Ol. do Bairro: Mais de três dezenas de famílias recebem apoio para rendas

679
Paços de concelho de Oliveira do Bairro.
Smartfire 728×90 – 1

32 famílias carenciadas do concelho de Oliveira do Bairro foram contempladas com subsídio/comparticipação financeira, a fundo perdido, para apoio ao arrendamento habitacional.

No âmbito do regulamento municipal de apoio ao arrendamento, deram entrada 33 candidaturas, sendo 10 pedidos de renovação e 23 novas candidaturas. Apenas não foi aceite, por desistência da proponente.

Os valores do subsídio/comparticipação financeira, que serão pagos a partir de novembro de 2020, situam-se entre os 50€ e os 125€/mês por família, adianta a Câmara de Oliveira do Bairro.

O apoio ao arrendamento habitacional é concedido por 12 meses, renovável até ao máximo de três anos, por escalões que oscilam entre os 25€ e os 125€ mensais.

O cálculo do valor do apoio tem por base o valor da renda e dos rendimentos familiares, não podendo nunca ser superior a metade do valor da renda.

A Câmara afirma que quis responder ao aumento da sobrecarga das despesas habitacionais, provocada pela subida do valor das rendas e o alargamento das dificuldades habitacionais a outros grupos populacionais, que surgiram devido às dificuldades causadas pela pandemia. Foi registado ainda um aumento de agregados migrantes que se candidataram a este apoio, encaminhados pelos serviços.

Discurso direto

“Nunca o município aprovou tantos apoios ao arrendamento como neste ano, sendo que em 2019 tinham sido aprovadas 23 candidaturas. Representa um investimento municipal superior a 43 mil euros que reflete a preocupação deste executivo com as famílias mais desfavorecidas, tendo em conta que a precaridade das condições habitacionais constitui um fator de grande vulnerabilidade à exclusão social, que queremos combater” – Lília Ana Águas, vereadora da Ação Social.

Publicidade, Serviços & Donativos