Ol. do Bairro: Autarquia paga luz de IPSS até março

1120
Câmara Municipal de Oliveira do Bairro.
Smartfire 728×90 – 1

O município de Oliveira do Bairro irá assumir os custos do consumo de eletricidade das Institutições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho nos meses de janeiro, fevereiro e março e, ainda, entregar-lhes vales de compras para os seus colaboradores, medidas que implicam um investimento total de cerca de 80 mil euros.

Os apoios servem para “aliviar financeiramente” instituições “que, neste período de inverno e face ao confinamento a que têm estado sujeitas, têm necessidade de manter os seus espaços minimamente confortáveis para os seus utentes, aumentando os custos energéticos”, explicou o edil Duarte Novo citado em nota de imprensa.

Espera-se, desta forma, que as IPSS possam continuar a assegurar a proteção à população vulnerável, nomeadamente idosos dos lares, apoio domiciliário, mas também pessoas com deficiência e crianças.

As 11 IPSS do concelho receberão, ainda, vales de compras no comércio local para os seus 530 colaboradores, reconhecendo “o trabalho e enorme sacrifício que estes profissionais têm realizado ao longo do último ano”.

Em 2020, a Câmara de Oliveira do Bairro atribuiu às IPSS locais mais de 164 mil euros em apoios financeiros, dos quais 99.100 euros em apoios extraordinários no âmbito do combate à pandemia.

IPSS beneficiárias

ABC Bustos, AMPER, Centro Ambiente Para Todos, Centro Social de Oiã, Centro Social Paroquial S. Pedro da Palhaça, Recanto da Natureza, Santa Casa da Misericórdia do Concelho de Oliveira do Bairro, SóBustos, Solsil, Casa do Povo da Mamarrosa e Obra Frei Gil.

Publicidade, Serviços & Donativos