O papel do poder político no apoio ao setor agrícola

418
Agricultura.
Dreamweb 728×90 – Video I

No cenário complexo e dinâmico da economia nacional, o setor agrícola destaca-se como um pilar essencial para o desenvolvimento sustentável e a segurança alimentar do país. Diante dessa relevância incontestável, torna-se imperativo que o poder político promova e apoie vigorosamente o setor agrícola, assumindo, como assim tem que ser, como uma estratégia vital para o crescimento económico.

Por António Martins Bonito *

Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o jornal online NotíciasdeAveiro.pt gratuito.

Todos entendemos e aceitamos, que o papel do setor agrícola, vai muito, para além da produção de alimentos, estendendo-se por diversas esferas da economia. Ao investir nesse setor, o poder político contribui de uma forma direta, para a criação de empregos, o fortalecimento da cadeia produtiva e de valor e a promoção do desenvolvimento regional e nacional. A agricultura não é apenas um meio de subsistência, é, um motor propulsor, que impulsiona a economia como um todo.

Nesse contexto, a necessidade de um Ministério da Agricultura forte e competente torna-se imperativo, sendo um fator determinante para o progresso e a sustentabilidade do setor e do país.

A segurança alimentar é outra razão premente, para que o poder político, concentre os seus esforços no apoio ao setor agrícola. Neste mundo interconectado, a dependência excessiva das importações de alimentos pode expor uma nação a vulnerabilidades significativas, que são prejudiciais à economia e à sua soberania. O estímulo à produção interna, diversificação de culturas e implementação de práticas sustentáveis garantem não apenas a autossuficiência alimentar, mas também a resiliência diante de desafios globais, como são o caso das mudanças climáticas e as instabilidades geopolíticas.

Há a necessidade de termos um Ministério da Agricultura robusto e competente, que desempenhe um papel estratégico na formulação e implementação de políticas agrícolas eficazes e coerentes.

Além disso, a presença de um Ministério da Agricultura forte é fundamental para a defesa dos interesses dos agricultores. A interação efetiva com organismos nacionais e internacionais e a participação em acordos comerciais são igualmente áreas, onde a competência desse ministério, tem que revelar-se crucial. As negociações bem-sucedidas podem abrir portas às exportações, bem como, salvaguardar e preservar determinadas praticas produtivas, promovendo a prosperidade económica e fortalecendo a posição do país, num cenário cada vez mais global.

As complexidades das questões agrícolas exigem uma abordagem multidisciplinar e competente, que englobe desde a promoção de práticas sustentáveis até a gestão de crises relacionadas a eventos climáticos e pandemias. A competência técnica e a capacidade negocial desse ministério são cruciais para antecipar desafios e desenvolver soluções inovadoras.

Além disso, o setor agrícola desempenha um importante papel na balança comercial, gerando riqueza através das exportações dos produtos agrícolas. O poder político, tem que estar consistente que, ao investir na agricultura, não apenas está a impulsionar a produtividade interna, mas também, a aumentar a competitividade no mercado internacional. Esse apoio estratégico contribui, não apenas para o fortalecimento da economia, mas também para a construção de uma imagem positiva no cenário global.

A modernização da agricultura, aliada à promoção de práticas sustentáveis, representa uma oportunidade de ouro para o país. O poder político, ao adotar políticas que incentivem a inovação, a capacitação dos agricultores e a preservação ambiental, não apenas colhe benefícios económicos imediatos, mas também assegura a viabilidade a longo prazo deste setor.

Em síntese, o apoio do poder político ao setor agrícola através de um Ministério da Agricultura forte e competente não é apenas uma necessidade, mas sim, uma prioridade para o desenvolvimento sustentável, ao fortalecer a base de qualquer economia.

Ao assumir o desafio de garantir a segurança alimentar, promover a inclusão social, impulsionar a inovação e a modernização, esse ministério tornar-se-á um pilar essencial para a construção de um futuro próspero e resiliente para a nação.

* Professor no IPVC, Consultor e Agricultor. Artigo publicado originalmente no site Agroportal.

Siga o canal NotíciasdeAveiro.pt no WhatsApp.

Publicidade e serviços

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais no jornal online NotíciasdeAveiro.pt, assim como requisitar outros serviços. Consultar informação para incluir publicidade online.