“O jogo valeu pelos três pontos” – Miguel Valença, treinador do SC Beira-Mar

1038
Miguel Valença, treinador do Beira-Mar (foto partilhada pelo Facebook do Beira-Mar).
Dreamweb 728×90 – Video I

Uma vantagem mínima mais do que suficiente para garantir, matematicamente, a manutenção, objetivo primeiro no regresso aos ‘nacionais’, continuando a cumprir pela sua parte e mantendo-se à espreita de ‘escorregadelas’ dos primeiros da fase regular.

O Beira-Mar alcançou, este domingo, no campo do Resende, já despromovido mas nem por isso menos combativo, ainda, o feito inédito de somar três vitórias seguidas.

Artigo relacionado

Beira-Mar somou em Resende terceira vitória seguida com golo de Marcelo Santiago

Nas declarações após o apito final transmitidas pela Rádio Terra Nova, o treinador aveirense, destacou a exibição da equipa “num campo muito difícil, onde a competitividade desta divisão ficou à vista”, com um adversário a mostrar “mérito” para chegar à vantagem no decorrer da primeira parte. Com algumas mexidas táticas, os visitantes começaram a inverter o rumo dos acontecimentos, com o empenho a ser premiado pelo golo de Marcelo Santiago apontado de grande penalidade. “O jogo valeu pelos três pontos”, resumiu.

O técnico deixou “os parabéns” à equipa e direção e beiramarenses pela manutenção, confidenciando que quando chegou a Aveiro para ‘render’ Ricardo Maia mostrou-se convicto que nesta altura da época a tarefa inicialmente traçada pela direção estaria cumprida, o que se veio a verificar com a vitória deste domingo, dando a tranquilidade necessária para se perspetivar atempadamente o futuro.

“Agradeço o voto de confiança em representar este grande clube, conseguimos com o trabalho de todos consolidar o Beira-Mar nos campeonatos nacionais e começar a preparar a nova época”, afirmou.

Valença dá continuidade em Aveiro praticamente acertada

Independentemente do que suceder até ao fim da prova, Miguel Valença mostra-se disponível para dar sequência ao trabalho, aceitando, desde já, o repto. “Estamos a falar, o projeto apontava para essa possibilidade, o Beira-Mar quer que eu continue. Penso que não será pelos pormenores que as coisas não vão andar”, adiantou.

“Agora vamo-nos dedicar às três finais em falta como sempre: a trabalhar forte, a lutar pelos três pontos. Vamos construindo, pouco a pouco. Olhamos todos para cima, falta nove pontos. No final, veremos o que a classificação que nos vai dar”, conclui Miguel Valença.

Discurso direto

“Fizemos um bom jogo. Infelizmente já jogamos por pouca coisa, por nós, pela nossa paixão pelo jogo, pelo respeito que o clube nos merece. Quando assim é há também o risco de as coisas se descontrolarem um bocado. Não quisemos isso, queríamos que os jogadores se mantivesse ligados. Foi essa a mensagem transmitida. Um jogo pode mudar as nossas vidas. Temos de respeitar o jogo. Fizemos isso, vendemos cara a derrota. Poderíamos ter feito dois golos na primeira parte. Na segunda, o Beira-Mar não teve mais domínio, fez o golo de penálti. Venceu e bem, parabéns ao Beira-Mar” – Patrick Canto, treinador do Resende.

Ficha de jogos, resultados e classificação via FPF.

Facebook Campeonato das Oportunidades

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.