Nestlé vai continuar a investir em Avanca após um século de laboração

2197
Presidente da República na Nestlé, Avanca.
Dreamweb 728×90 – Video I

O chairman do grupo Nestlé foi a Avanca, Estarreja, esta sexta-feira, deixar a garantia que a multinacional está empenhada em dar continuidade ao primeiro século da operação industrial em território luso.

“Quero reiterar o nosso firme compromisso com Portugal e os portugueses para continuar a investir nas nossas atividades”, declarou Paul Bulcke ao intervir na sessão comemorativa dos 100 anos da criação da então Sociedade de Produtos Lácteos, a que se associou o Presidente da República.

Da fábrica de Avanca saíram em 2022 mais de 40 mil toneladas de produto acabado (cereais em grande parte), 65 % por cento dos quais para mercados externos (mais de 30 países). Funciona ali, também, o maior centro de logístico da multinacional em Portugal.

A ministra da Agricultura e Alimentação, Maria do Céu Antunes, qualificou o desempenho da Nestlé ao longo da sua permanência nacional como “um exemplo do que melhor se faz em Portugal”

O presidente da Câmara local, Diamantino Sabina, agradeceu a presença do Presidente da República “tornou o momento” da comemoração “ainda mais simbólico”. A Nestlé, sublinhou o edil, “um parceiro de excelência”, não só pela importância na economia local como em outros projetos no concelho, esperando que possam surgir “mais oportunidades e investimentos” em Estarreja.

O Presidente da República aproveitou para agraciar um colaborador da Nestlé com a comenda da Ordem de Mérito Empresarial, distinguindo na pessoa de Alfredo Manuel da Silva, há 44 anos na empresa, onde começou a trabalhar nos Açores para chegar a diretor na Europa, todos os restantes (cerca de 2500).

Visita do Presidente da República à Nestlé, em Avanca.

Em dias de vento é bom “amainar espíritos” – Marcelo Rebelo de Sousa

Um caso raro de longevidade industrial, a fábrica de Avanca ainda existe e tornou-se uma referência da multinacional suíça, com grande peso na exportação. O fundador teria ficado surpreendido, acredita Anna Lenz, a suiça que é a atual Diretor Geral em Portugal. Um século muito presente na alimentação de gerações de portugueses, que acompanhou a mudança do próprio país, sempre em atividade – “exemplo” enaltecido pelo Presidente da República que gostaria de ver mais indústria a par do fulgor do turismo e serviços. Um reparo sem críticas mais ou menos veladas ao Governo, até porque em dias de vento é bom “amainar espíritos”.

Ouvir reportagem áudio abaixo na Nestlé de Avanca.

Artigo relacionado

Comunicado de imprensa da Nestlé Portugal sobre os 100 anos da fábrica em Avanca

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.