“Não podíamos deixar de celebrar quem tinha que ser celebrado”

1555
Sessão solene do feriado municipal de Estarreja 2020.
Dreamweb 728×90 – Video I

Hoje, neste dia especial, quisemos homenagear os que teimaram fazer deste Município um exemplo de resiliência. Certamente que muitos ficarão por mencionar, pelo que me penitencio, mas deposito nos de hoje uma homenagem global… aos estarrejenses, aos portugueses e a todos no mundo que travaram, e continuam a travar, uma verdadeira guerra ao COVID-19.

Por Diamantino Sabina *

Neste ano de tantas particularidades, também vimos as Festas do Município e da Cidade reduzidas.

Teria sido bem melhor se este dia de Sessão Solene, como de costume, tivesse sido precedido dos nossos tradicionais Mercado Antigo, Desfile Etnográfico e Marchas Luminosas. Também as animadas Tasquinhas e os fabulosos Concertos que nos enchem de boa música as noites de Festa. Mas a realidade pandémica não nos permitiu cumprir a tradição.

A Sessão Solene, pelo que representa, tem importância institucional indiscutível. Mesmo neste tempo hostil, em que nos são impostas inúmeras regras, não podíamos deixar de celebrar quem tinha que ser celebrado… e, por ser este ano tão particular, estou certo que são momentos que ficarão gravados para sempre nas nossas memórias.

Uma palavra aos excecionais músicos deste Quinteto da Banda Bingre Canelense e neles uma especial saudação aos muitos estarrejenses que vivem a cultura musical intensamente, ora nas Bandas Filarmónicas, ora nas Orquestras (concelhias, nacionais e internacionais), ora ainda no abrangente ensino da música, já tão presente no nosso Concelho.

Uma palavra aos nossos sempre muitos Campeões nas mais variadas modalidades desportivas. Sois exemplos e Embaixadores da nossa terra! Prova do empenho e esforço coletivos de uma comunidade vocacionada para o desporto.

Aos atletas, às Associações Desportivas, aos Treinadores e a todos que fazem disso realidade, o meu Muito Obrigado!

Aos melhores Alunos! Exemplos! Espelho do futuro de Portugal.
Um futuro com incertezas e dificuldades certamente, sabem bem que nada vos será dado de bandeja… mas está nas vossas mãos conquistar o mundo!

Ao funcionário municipal que completou 25 anos de serviço, quero nele deixar uma palavra sentida àqueles funcionários desta Câmara Municipal que durante a pandemia nunca baixaram os braços.

Duvido que qualquer um de nós pensasse viver na sua vida uma Pandemia. Ver que no mundo já morreram 400 000 pessoas vítimas dessa realidade. Ver que em Estarreja também 10 pessoas perderam as suas vidas.

Não sendo por certo a mesma coisa, comparemo-la a uma guerra em termos de vidas perdidas e privação. Faz pensar vivermos numa cidade sob bombardeamento. Não podermos sair de casa ou visitar amigos ou familiares. O perigo não vem dos estilhaços, mas de um vírus chamado SARS, que silenciosamente vai dizimando vidas humanas.

Do (desa)sossego do dia-a-dia, passámos ao confinamento das nossas casas e ao “quando é que isto vai passar?”. Agarrámo-nos à fé e a frases como “tudo vai ficar bem!”. Com medo, fomo-nos protegendo e protegendo os nossos. Fomos bons alunos e praticantes das regras que agora nos protegeriam.

Vimos as nossas liberdades quartadas e os nossos movimentos definidos por ordens superiores. Fomos confrontados com a realidade dos “Lay-Offs”, dos “Equipamentos de Proteção Individual”, com uma panóplia de novas palavras que doravante fariam parte do nosso léxico. Aprendemos a viver com o “distanciamento social” e a cumprimentarmo-nos com o cotovelo. Chegámos ao ponto de tentar adivinhar a disposição das pessoas, apenas pela expressão do seu olhar. Uma realidade que mexeu indiscutivelmente com o íntimo de todos nós.

Como Presidente de Câmara tem sido um desafio. Em várias dimensões! Também um enorme desafio para muitos profissionais que, dia após dia, estiveram na “linha da frente” no combate ao Coronavírus. Profissionais de mão cheia que desafiaram a Pandemia e fizeram o seu melhor, muitas vezes correndo riscos.

Os médicos e enfermeiros, auxiliares de enfermagem, GNR, Polícia, Bombeiros, os Funcionários Municipais, entre muitos, muitos outros. Quantos desconhecemos que perderam o combate. Quantos, mesmo no seu anonimato, nos merecerão para sempre o maior respeito e admiração.

Hoje, neste dia especial, quisemos homenagear os que teimaram fazer deste Município um exemplo de resiliência. Certamente que muitos ficarão por mencionar, pelo que me penitencio, mas deposito nos de hoje uma homenagem global… aos estarrejenses, aos portugueses e a todos no mundo que travaram, e continuam a travar, uma verdadeira guerra ao COVID-19.

Durante estes últimos meses o Munícipio de Estarreja tentou fazer o seu melhor e continuará a fazer por menorizar os efeitos negativos desta Pandemia.

Infelizmente, tudo que lemos e ouvimos na comunicação social vai no sentido de que enfrentaremos em breve uma crise económica e social de dimensões consideráveis.

Entendo, contudo, que a nossa comunidade estará preparada. Entendo que em termos estruturais, tanto económica como socialmente, tal como nos protegemos contra o vírus, também nos protegeremos nos novos desafios.

Ao longo dos anos vimos criando emprego, garantindo investimento e gerando riqueza no nosso concelho, e é nessa dimensão, nos apoios sociais, numa comunidade também resiliente económica e socialmente, em que continuaremos a apostar e a persistir.

Há quem diga que as nossas vidas vão mudar. Que o mundo não volta ao normal. Que ainda virá um segundo surto, talvez pior que o primeiro.

Não sei se é de estar farto, se tem a ver com o querer que tudo volte ao normal, mas acho que não será tanto assim. Creio que “tudo vai ficar bem” sim, e que esse dia estará para breve.

Não tarda, olharemos para estes meses como um passado longínquo e com a clara consciência de que a Humanidade sofreu, aprendeu e combateu um inimigo terrível, mas sobreviverá!

Muito Obrigado a Todos.

Diamantino Sabina. presidente da Câmara de Estarreja (arquivo).

* Presidente da Câmara Municipal de Estarreja. Discurso proferido na sessão solene do feriado municipal (13 de junho 2020).

Publicidade, Serviços & Donativos