Murtosa: Joaquim Batista garante que novo mandato é para cumprir até ao último dia

500
Joaquim Batista, presidente da Câmara da Murtosa (à direita).

Joaquim Batista (PSD) tomou posse na Câmara da Murtosa, novamente com maioria absoluta, garantindo que a sua “intenção é levar até ao último dia” o terceiro e derradeiro mandato permitido por lei.

O edil comprometeu-se a enfrentar os desafios em busca de oportunidades para ultrapassar as adversidades.

A Murtosa é “uma terra com potencialidades”, lembrou, onde existem “indicadores positivos de atratividade, recursos ambientais únicos e diferenciadores, uma rede de equipamentos públicos em crescimento e oferta educativa em evolução”.

Mas também não são escondidos problemas, ao nível das acessibilidades às principais vias rodoviárias, uma estrutura urbana devoluta, devido ao êxodo emigratório ou um perímetro industrial esgotado e a procura de habitação “em muito superior à oferta”, o que acaba por ser também um sinal de crescimento populacional, como lembrou o edil.

Joaquim Batista destacou o investimento realizado na reabilitação urbana, a existência de projetos privados, um tecido associativo ativo e uma rede social atenta.

Transferência de competências obriga ao “milagre da multiplicação” das receitas

Já as transferências de competências do Governo motivam receios, não por o edil temer assumir responsabilidades de administração, acreditando, pelo contrário, que as Câmaras as poderão executar de forma mais competente, mas por o processo “não respeitar totalmente a autonomia do poder local”, devido ao seu “carácter impositivo e sem margem de negociação”, obrigando ao “milagre da multiplicação” de receitas na missão dada de “fazer muito mais com menos” receitas.

Joaquim Batista vê a entrega de competências meramente administrativas à comunidade intermunicipal como “uma oportunidade perdida” de criar “um novo modelo de governação” em várias áreas transversais do território que deveriam ter políticas regionais e complementares que poderiam ajudar, também, a Murtosa.

Alguns dos projetos do novo mandato

» Novo mercado de municipal / centro de serviços;
» Requalificação urbana de Pardelhas;
» Reabilitação de edifícios públicos com o projeto para instalar o cineteatro da Murtosa;
» Nova rede viária no centro da Vila;
» Investimentos nos modos suaves, nomeadamente cicláveis (ligação através da EN 327 S. Jacinto – Torreira – Ovar);
» 3ª fase da zona industrial;
» Dragagem de cais e ancoradouros;
» Valorização de parques urbanos e áreas ribeirinhas;
» Expansão na reabilitação dos diques da Ria para proteger os solos aráveis.

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.