Município de Águeda decreta dois dias de luto pelo falecimento da conterrânea Joana Marques Vidal, ex-PGR

498
Palestra de Joana Marques Vidal a convite do Lions Clube de Mealhada.

O município de Águeda decretou dois dias de luto municipal, a cumprir a 10 e 11 de julho, pelo falecimento, vítima de doença, aos 68 anos, de Joana Marques Vidal, antiga Procuradora-Geral da República e primeira mulher a exercer o cargo.

Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o jornal online NotíciasdeAveiro.pt gratuito.

A antiga magistrada do Ministério Público (MP) tem raízes familiares a Águeda, onde nasceu e ainda reside o pai, José Marques Vidal, Juiz-Conselheiro jubilado que foi também Procurador do Ministério Público.

“Lamentamos profundamente a perda desta figura ímpar da nossa sociedade e uma magistrada de grande relevância, que ficará para sempre ligada ao Ministério Público, à sua história e legado”, disse, destacando as suas qualidades humanas e dinamismo, jurídico e social, bem como a sua “notável trajetória como jurista, dedicando a sua vida à causa pública e ao desenvolvimento da comunidade” – Jorge Almeida, presidente da Câmara de Águeda (ler nota de pesar completa).

O velório da ex-procuradora-geral da República vai decorrer na quarta-feira, entre as 14:00 e as 22;00, na Capela de São Lourenço, em Pedaçães, concelho de Águeda. As cerimónias fúnebres têm lugar na quinta-feira, às 14:00, sendo cremada no crematório de Aveiro.

Siga o canal NotíciasdeAveiro.pt no WhatsApp.

Publicidade e serviços

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais no jornal online NotíciasdeAveiro.pt, assim como requisitar outros serviços. Consultar informação para incluir publicidade online.