“Muito temos ainda para dar a São Jacinto”

1857
São Jacinto, Aveiro.

Já é tempo para uma aposta clara no desenvolvimento, porque São Jacinto tem os recursos humanos e principalmente recursos naturais ideais para uma forte aposta no Turismo.

António Aguiar *

Começo por agradecer a presença de todos, no 64º Aniversário da Freguesia de São Jacinto.

Recuando alguns séculos no tempo… mais concretamente no ano 1758, São Jacinto tinha apenas 2 famílias, num total de 8 habitantes. Porém, era um lugar bem conhecido e famoso pela lendária Ermida existente no Século XV. Trazia a si devotos de todo o lado, em romagens de muita fé e devoção à Senhora das Areias. Esta ermida foi, mais tarde, elevada à categoria de Igreja Paroquial.

Devido ao seu abandono e desmazelo por parte de Ovar, o Rei D. Pedro V, ordenou que os poderes fossem transferidos para o Pároco da Freguesia da Vera Cruz, passando assim, a integrar a Cidade de Aveiro como sendo uma extensão da Freguesia da Vera Cruz. Com este impulso São Jacinto é elevado à categoria de Freguesia eclesiástica em 1953.

Mas… só passados 2 anos, mais concretamente a 16 de fevereiro de 1955, pelo Decreto-Lei nº 40065 é que se torna mais uma Freguesia do Concelho de Aveiro. Hoje, passados 64 anos, estamos cá para comemorar este importante Aniversário.

Sendo São Jacinto uma Freguesia que, tem a particularidade de estar geograficamente separada da sede de Concelho pela ria, faz com que sejamos uma Freguesia com carências ao nível do desenvolvimento local; do crescimento económico e do emprego.

Já é tempo para uma aposta clara no desenvolvimento, porque São Jacinto tem os recursos humanos e principalmente recursos naturais ideais para uma forte aposta no Turismo.

Além daquilo que já temos: Reserva Natural, Regimento de Infantaria 10, Centro Nacional de Escuteiros…entre outros…

Com o Porto de Pesca, a surgir brevemente;
A Construção de uma Marina;
A recuperação da Praia dos Tesos e a zona envolvente;
A Melhoria das condições de acesso à Praia;
A Ciclovia;
Mais Alojamento e mais restauração;

É verdade que, São Jacinto daria o salto que todos esperamos há anos, com todas estas infraestruturas criadas.
Mas também é verdade que para que tudo isto seja uma realidade é necessário investimento e convergência de vontades. E nessas vontades também nós estamos incluídos para que, quem se desloca a São Jacinto, se sinta em sua própria casa. Temos de ajudar, cativar em vez de dificultar.

Infelizmente para fazer há poucos, mas para complicar é o que há mais.

Nem tudo depende da Junta de Freguesia e da Câmara Municipal, mas dirijo-me agora ao Senhor Presidente da Câmara:

– Sr Presidente o que atrás mencionei para a evolução de São Jacinto e que venha a depender exclusivamente da Câmara Municipal, peço-lhe que não se esqueça de nós.
Da mesma forma que não se esqueceu aquando da boa negociação para a Delegação de Competências para 2019. Conseguimos uma maior autonomia no desempenho das funções que nos foram delegadas, assim como nos permitiu e permite proporcionar uma melhor qualidade de vida e bem-estar a toda a população, com uma capacidade de intervenção mais direta e próxima de todos.
Não só com a Delegação de Competências, porque na verdade o apoio da Autarquia, tem sido fundamental, para um permanente aperfeiçoamento e melhoria no sentido do desenvolvimento da Freguesia.

Com este apoio que tem sido fundamental mais os recursos da Junta de Freguesia, conseguimos organizar a Freguesia nomeadamente com, a recuperação de uma grande parte dos passeios; com uma gestão permanente, tanto na limpeza como nos espaços verdes; com melhoramentos no cemitério. Com intervenções no Parque de Campismo melhorando consideravelmente as condições com o objetivo de atrair mais campistas. O Espaço Social, com os serviços de: recolha para analises; Assistente Social; Loja Social; Sala Convivio com as diferentes atividades.

Continuamos a apoiar nos medicamentos e nos livros escolares.
Fomos e somos uma Junta de Freguesia presente e ativa em todas iniciativas que nos solicitaram, tanto o apoio logístico como presencial.
Apoiámos sempre que nos foi solicitado e dentro do possível as Associações locais.

Concluindo, orgulhamo-nos muito por todos os trabalhos realizados. Não estamos sozinhos e neste contexto aproveito para fazer os seguintes agradecimentos:

Reserva Natural das Dunas de S. Jacinto
Capitania do Porto de Aveiro
Agrupamento de Escolas de Aveiro
Centro de Saúde de S. Jacinto
Centro Social e Paroquial de S. Jacinto
Centro Ambiental
Paróquia de S. Jacinto
Bombeiros Novos de Aveiro
À Associação Desportiva e Cultural de S. Jacinto, dou os parabéns pela conquista do Campeonato Distrital de Futebol Praia 2018.
Também agradecer, por toda a atividade que a Associação desenvolve, nos vários escalões.
Ao Grupo de Teatro Amador de S. Jacinto agradeço por levarem o nome da Freguesia e as suas tradições pelos vários Concelhos onde já atuou com diferentes peças de teatro e pelas atuações com que já nos presenteou na Freguesia e continua a presentear.
Ao Agrupamento Marítimo 692 de S. Jacinto, um agradecimento pela persistência e vontade em manterem os Escuteiros ativos na Freguesia e a formarem os nossos crianças e jovens.

Todas estas Associações são fundamentais para a implementação de uma dinâmica que resulta num bem-estar geral.

A todos os ex. Presidentes da Junta, que de uma forma ou de outra contribuíram para o desenvolvimento da Freguesia.

A nível pessoal, faço um agradecimento especial a todos meus colegas Presidentes de Junta, pelo carinho, disponibilidade que têm comigo desde o primeiro dia.
Aos Funcionários da Junta pela pronta colaboração.

No entanto e conhecendo as questões de perto, no terreno, outros desafios nos vão surgindo, sei que muito temos ainda para dar a São Jacinto.
Sei também que sou uma pessoa incómoda para quem gostaria que me calasse, ou deixasse manobrar, porém, digo o que tenho a dizer no local certo quando necessário e não me retraio ou limito a minha ação por questões políticas ou ambições pessoais.
Tenho desenvolvido a minha ação sempre com grande isenção, esforço e empenho na busca do melhor para esta Freguesia.
E porque é dia de Aniversário, não me vou alongar, quero apenas que é um grande privilégio ser Presidente de uma Junta como esta, apesar de ser uma tarefa árdua.

Termino agradecendo a todos os habitantes desta grande Freguesia, que é… a Freguesia de S. Jacinto.

* Presidente da Junta de Freguesia de São Jacinto, discurso na sessão evocativa do 64ª aniversário da criação de São Jacinto.