Movimento Sentir Aradas apela à participação em Assembleia de Freguesia para discutir perda de território

1688
Edifício-sede da Junta de Freguesia de Aradas, Aveiro.
Dreamweb 728×90 – Video I

A Assembleia de Freguesia de Aradas que esteve agendada para 27 de junho foi adiada para 2 de julho por falta da entrega da documentação obrigatória nos prazos legais.

Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o jornal online NotíciasdeAveiro.pt gratuito.

Segundo um comunicado do movimento independente Sentir Aradas, que tem representação na Assembleia Municipal, a Junta a que preside Catarina Barreto (PSD-CDS-PPM) alegou novamente “problemas informáticos e/ou vírus e/ou acesso indevido por hackers, sempre numa tentativa de justificarem o injustificável”, que foi o “incumprimento da lei”.

Na ordem de trabalhos da assembleia ordinária figura, entre outros pontos, uma proposta de delimitação administrativa da Câmara de Aveiro, já aprovada e submetida à Assembleia Municipal.

O movimento Sentir Aradas considera “premente a participação dos cidadãos” em torno do ponto em causa. “A informação que possuímos é escassa e omissa, mas cremos, após uma análise preliminar, que as perdas vão ser maiores que os ganhos em termos de território”, alerta o grupo independente, apontando para a perda de de 21 hectares “sem qualquer oposição por parte deste executivo”.

Continuar para ler comunicado completo.

Artigo relacionado

Delimitação administrativa de oito Freguesias do Município de Aveiro

Siga o canal NotíciasdeAveiro.pt no WhatsApp.

Publicidade e serviços

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais no jornal online NotíciasdeAveiro.pt, assim como requisitar outros serviços. Consultar informação para incluir publicidade online.