Movimento ‘Juntos pelo Rossio’ desafia hotéis a recusar parque de estacionamento polémico

326
Jardim do Rossio, Aveiro.
Dreamweb 728×90 – Video I

Coletivo que luta para travar empreendimento muito contestado pela população apela aos investidores dos futuros hotéis de 5 estrelas que recusem oferta da autarquia e exigem “respeito pelo património cultural, ambiental e social”.

O movimento cívico publicou hoje uma carta aberta aos hoteleiros, apelando a que se mobilizem contra a construção do novo parque de estacionamento que poderá estar associada à necessidade de atender a interesses privados dos hotéis de 5 estrelas que a Câmara Municipal de Aveiro pretende atrair para a cidade.

David Iguaz, do Juntos pelo Rossio, explica que pretendem “alertar os investidores para o perigo da destruição do postal da cidade afastar os seus potenciais clientes. Com este parque, ninguém sairá beneficiado, muito menos o setor turístico”.

“Os comerciantes instalados no Rossio já perceberam que têm muito a perder e estão do lado da população local e de todo o concelho, onde é consensual que a obra não é desejada. E, num momento em que devíamos projetar a cidade para diminuir o seu impacto nas alterações climáticas, o autarca de Aveiro teima em trazer mais carros para o centro”, acrescenta David Iguaz, que acredita que “os potenciais investidores dos hotéis anunciados por Ribau Esteves terão mais bom senso do que o autarca”.

A destruição do jardim do Rossio de Aveiro para construir um parque de estacionamento subterrâneo, que implicará à superfície o abate de praticamente todas as árvores de grande porte atualmente existentes, bem como a destruição parcial de áreas de marinhas para a construção dos seus acessos (pagos pelo erário público), tem vindo a ser criticada pelos munícipes, que já se manifestaram no local e que têm feito grande contestação nas redes sociais contra aquela que será a obra mais polémica alguma vez anunciada por Ribau Esteves, Presidente da Câmara Municipal de Aveiro.

Publicidade, Serviços & Donativos