Mealhada: Subsídios para bombeiros e Mata do Bussaco

451
Paços de Concelho da Mealhada.

A Câmara da Mealhada aprovou a atribuição de um conjunto de subsídios que totalizam 73.500 euros.

Os apoios são destinados à Fundação Mata do Bussaco (FMB) e bombeiros voluntários da Mealhada e da Pampilhosa.

O apoio à FMB, aprovado por maioria, é de 70 mil euros, assegurarando os custos fixos daquela instituição, como salários (nomeadamente da equipa de florestais que se manteve em funções), impostos, contribuições e outras despesas.

A FMB esteve encerrada de 15 de janeiro a 5 de abril, devido à pandemia, pelo que não registou qualquer receita oriunda de visitantes. Ainda assim, os trabalhos de conservação e manutenção da mata prosseguiram ao longo dos três meses, sem que haja contrapartida pelo lado da receita, a qual se revela praticamente nula, refere o pedido de apoio dirigido à Câmara..

Já os subsídios concedidos às duas corporações de bombeiros do Município enquadram-se no “Plano de Ação para a Vigilância e Controlo da Vespa velutina em Portugal”. À Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Mealhada foi atribuído um apoio de 1500 euros, enquanto à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Pampilhosa foi atribuído um apoio de 1.982 euros (inclui a aquisição das munições).

Publicidade, Serviços & Donativos