Marcas históricas do Forte da Barra não vão ser apagadas na requalificação

6093
MJARC arquitectos (projeto para o antigo Forte da Barra).
Dreamweb 728×90 – Video I

Prepara-se o arranque da renovação do antigo Forte da Barra (século XVII), na Gafanha da Nazaré, em Ílhavo, lançada no âmbito do programa REVIVE.

O projeto de requalificação do edificado com fins turísticos é da autoria da dupla Maria João Andrade e Ricardo Cordeiro, do gabinete MJARC.

Nesta fase, ainda se cumprem outros trâmites preparatórias empreitada, nomeadamente licenciamentos dos trabalhos.

De acordo com o anúncio inicial, o futuro estabelecimento hoteleiro terá cerca de 50 quartos, alojamento local ou outro projeto de vocação turística, num investimento que foi estimado em 5,6 milhões de investimento.

A obra irá “reabilitar e qualificar todo o forte, incluindo o pátio e as salas dos baluartes”, assim como os espaços interiores adaptando-os ao novo uso hoteleiro.

Os autores do projeto encomendado pela AM + PM, Lda (concessionária) tiveram o cuidado da intervenção “ser o menos intrusiva possível para que prevaleçam as características formais, construtivas e espaciais do forte tendo como principio a recuperação da sua expressão original”.

“O novo projeto para este empreendimento hoteleiro nasce, assim, de um cuidado redobrado na articulação formal/arquitectónica entre as preexistências e as soluções apontadas pela contemporaneidade”, explica os arquitetos.

Artigos relacionados

Gafanha da Nazaré: Forte da Barra de Aveiro alvo de investimento turístico

Ílhavo: Sociedade imobiliária com atividade hoteleira ganha concessão do antigo Forte da Barra

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.