Jovem condenado a 4 anos e 3 meses de cadeia, com pena suspensa, por esfaqueamento grave

1406
Tribunal de Aveiro.

O jovem de 19 anos que esfaqueou gravemente um indivíduo na Gafanha de Aquém, concelho de Ílhavo, em fins de agosto do ano passado, foi condenado a quatro anos e três meses de prisão, em cúmulo jurídico, com pena suspensa, ainda que sujeita a várias condições.

O arguido acabou por ser condenado nas penas parcelares de quatro anos e seis meses por homicídio qualificado na forma simples, e não qualificado, como estava acusado, bem como pela posse de arma proibida (nove meses). Quanto ao crime de omissão de auxílio, foi absolvido.

O arguido, que viu a pena atenuada pela idade e o arrependimento demonstrado, terá ainda de pagar indemnizações ao ofendido (2500 euros) e aos Hospitais de Coimbra (cerca de mil euros).

Os factos em causa ocorreram na sequência de uma discussão iniciada por motivos fúteis no interior de um restaurante, durante o jantar, que continuou no exterior.

O tribunal não deu como provado a versão do agora condenado que apenas pretendia “intimidar” o ofendido.

O jovem muniu-se de uma faca de cozinha para cortar carne e espetou-a no abdómen do ofendido, de 29 anos, causando-lhe ferimentos graves, que obrigaram a internamento nos hospitais de Coimbra.

Na altura, o rapaz estava acompanhado da mãe, de uma tia e de um amigo, que foram absolvidos de omissão de auxílio.

No final da leitura sumariada do acórdão, a juíza presidente transmitiu ao arguido um voto de confiança, esperando que não volte a cometer crimes. “Não nos desiluda, siga em frente com a sua vida e que tudo corra bem”, disse.

Artigo relacionado

Acusado de tentativa de homicídio diz que esfaqueou “em pânico” após agressões

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.