Jornada Mundial da Juventude: Caminhada de fé

878
Cartaz.
Dreamweb 728×90 – Video I

Ao longo deste mês de março vamos peregrinar com a Cruz e o Ícone de Nossa Senhora por todas as paróquias da nossa Diocese e viver as palavras de Jesus que devem inspirar esta peregrinação.

Por António Manuel Moiteiro Ramos *

A Jornada Mundial da Juventude, que simultaneamente é uma peregrinação e um encontro da juventude, é ocasião para aprofundar e viver com maior coragem a própria Fé, para nos aproximarmos dos símbolos – cruz e Nossa Senhora – e fazermos a nossa caminhada de fé. «Maria levantou-se e partiu apressadamente» (Lc 1,39) ao encontro de Isabel, atravessando montanhas. Este gesto inspira a nossa dinâmica e atividade pastoral. Com Maria levemos Jesus, que por nós quer chegar a muitos. Assim, propomos – Caminhar com Maria – que foi a primeira a segui-Lo. Como ela, queremos caminhar como oásis de paz e refúgio de fraternidade.

Ao contemplarmos os símbolos da Jornada Mundial da Juventude, queremos acolher o convite e o testemunho contemplativo do evangelista João «Hão de olhar para Aquele que trespassaram» (Jo 19,37) – um olhar de fé e de amor para Cristo crucificado que, ao morrer na Cruz, nos revelou plenamente o amor de Deus por nós.

Neste sentido, não tenhamos medo de contemplar a cruz como um momento de derrota, mas também como um sinal de vitória. Na cruz encontramos a força para, da morte, recriar a vida. A Cruz de Jesus ensina-nos que na vida existe o fracasso e a vitória, e que não devemos temer os momentos de dificuldades, pois estes devem ser iluminados justamente pela cruz.

O ícone de Nossa Senhora, a Mãe de Deus que junto da cruz aceita a maternidade de toda a humanidade, não passa despercebido. Como mãe do Redentor, Maria partilhou intimamente toda a sua vida e missão, permanecendo a seu lado desde o berço até ao calvário. “Cristo e a sua Mãe são inseparáveis” (Papa Francisco).

Ao longo deste mês de março vamos peregrinar com a Cruz e o Ícone de Nossa Senhora por todas as paróquias da nossa Diocese e viver as palavras de Jesus que devem inspirar esta peregrinação:

“Se alguém quiser seguir-me, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz todos os dias e siga-me” (Lc 9,24).

“Jesus disse a sua mãe: Mulher, eis o teu filho! Depois disse ao discípulo: Eis a tua mãe” (Jo 26-27).

Boa peregrinação vos deseja o vosso bispo e amigo.

* Bispo de Aveiro. Artigo publicado originalmente no site da Diocese de Aveiro.

Artigo relacionado

Símbolos da JMJ chegam esta semana a Aveiro

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.