João Pereira de Lemos Sócio Honorário do MARIA

323
João Pereira de Lemos.
Smartfire 728×90 – 1

O cidadão aveirense João Pereira de Lemos, criador e escritor regionalista de referência, foi nomeado Sócio Honorário do MARIA – Movimento de Amigos de Aveiro em homenagem às suas “intrínsecas qualidades humanas e pela enorme dedicação à Ria, suas gentes, usos e costumes”.

A atribuição do estatuo de Sócio Honorário a João Pereira de Lemos, que no próximo dia 03 de junho completará 89 anos, resultou de uma proposta apresentada pela Direção do MARIA à Assembleia Geral do Movimento, que a aprovou por unanimidade e aclamação.

João Pereira de Lemos, refere a nota apresentada à assembleia Geral do MARIA, “foi e é uma figura incontornável no panorama sociocultural da nossa região”, pelo que a atribuição do estatuto de Sócio Honorário a este cidadão aveirense é tão-somenteuma “singela homenagem (do Movimento) e o reconhecimento público pela sua obra”.

Entre a sua vasta bibliografia, destaca-se a publicação do livro “Ria de Aveiro – um olhar resvés”, escrito em jeito de uma conversa amena, onde o autor nos guia por múltiplos ‘recantos’ da vida na laguna, para nos tocar com a simplicidade do seu apego à Ria de Aveiro, sua declarada paixão.

Cumprindo os Estatutos e o Regulamento Geral Interno, o MARIA realizou a 30 de março a sua Assembleia Geral Ordinária para apreciação e aprovação do Relatório e Contas relativo ao Exercício de 2020, Parecer do Conselho Fiscal e o Plano de Atividades e Orçamento para 2021.

Apesar do contexto difícil em que o MARIA desenvolveu a sua atividade em resultado da pandemia e do Estado de Emergência em que vivemos parte significativa do ano transato, o Relatório da Direção dá conta de um conjunto de iniciativas que mantiveram o Movimento em atividade, mesmo nos períodos mais difíceis.

O Presidente da Direção, Paulo Ramalheira, sublinhou que, não obstante o contexto, o MARIA é já hoje “uma referência prestigiada em diferentes fóruns quando o tema é a Ria de Aveiro” e indicou que, logo que haja condições sanitárias favoráveis, o Movimento retomará o ciclo de conferências temáticas interrompido pela pandemia.

Paulo Ramalheira anunciou igualmente que o Movimento de Amigos da Ria de Aveiro tenciona lançar, no decorrer do ano além curso, um desafio às escolas básicas dos Municípios da Ria que resultará na escolha e seleção de um conjunto de trabalhos criativos, cabendo aos três melhores apurados por um júri um prémio pecuniário.

A Assembleia Geral, que decorreu por videoconferência, reuniu cerca de um terço dos associados do Movimento, que aprovaram ainda, por unanimidade, um voto de confiança e de louvor pelo trabalho desenvolvido pela Direção do Movimento num período extremamente difícil e desafiante, como este de pandemia que todos vivemos.

Associação Movimento de Amigos da Ria de Aveiro

Publicidade, Serviços & Donativos