Investimento da Molaflex na Feira com incentivos fiscais

946
Lusopark, Feira.
Smartfire 728×90 – 1

O projeto de deslocalização da empresa Molaflex da cidade de São João da Madeira para as suas novas instalações em Santa Maria da Feira mereceu apoio governamental.

O Conselho de Ministros reunido esta quinta-feira aprovou a resolução relativa ao contratos fiscal de incentivo ao investimento.

O acordo a celebrar entre o Estado Português e a Molaflex Colchões será feito ao abrigo de um investimento de 8,4 milhões de euros, que prevê a criação de 100 novos postos de trabalho até 2021.

A Molaflex, com cerca de três centenas de colaboradores, é atualmente detida pelo grupo espanhol Flex. A nova fábrica reberá também uma linha de produção de Porriño.

O investimento total na nova unidade industrial rondará os 13 milhões de euros, ocupando uma área do Lusopark.

A Molaflex factura anualmente mais de 30 milhões de euros, em cerca de 60% através de vendas para os mercados externos.

A produção actual é de cerca de 300 mil colchões, número que irá aumentar com o projeto de investimento.