Ílhavo: Requalificação de antigo quartel dos bombeiros adiada para maio

1535
Requalificação do antigo quartel dos bombeiros de Ílhavo.

A conclusão da obra de requalificação do antigo quartel dos Bombeiros Voluntários de Ílhavo (futuro Centro de Valorização e Interpretação da Religiosidade Ligada ao Mar) foi prorrogado a pedido da empreiteiro para o final do mês de maio.

A intervenção em causa, explica a Câmara em comunicado, “é um dos exemplos do impacto que a pandemia tem causado no normal funcionamento da sociedade e das suas rotinas, nomeadamente nas interrupções e falhas no fornecimento de materiais devido às oscilações na indústria e na economia, bem como pelos constrangimentos que o vírus tem causado na assiduidade laboral dos trabalhadores (mão de obra)”.

As condições climatéricas adversas que se têm feito sentir têm, igualmente, “prejudicado os trabalhos que se centram na realização de tarefas no exterior.”

A autarquia reconhece, contudo, “que todo esta complexidade e todos estes efeitos negativos nas rotinas da população será compensado pelo benefício que as obras irão ter na qualidade de vida dos cidadãos, no seu bem-estar, no desenvolvimento das Freguesias e na coesão territorial do município.”

Artigo relacionado

Ílhavo: 1,5 milhões de euros para adaptar antigo quartel dos BV para valências culturais

Adjudicações de obras

A autarquia adjudicou na sua última reunião a construção da rampa de acesso ao cais de abrigo no Largo da Bruxa, Gafanha da Encarnação (investimento de 83.777 euros). “Esta obra, com a duração de 4 meses, irá melhorar as condições de acesso ao Cais permitindo uma melhor acessibilidade, nomeadamente com maior segurança”, refere a edilidade.

O executivo aprovou, igualmente, a adjudicação da construção da receção do Navio-Museu Santo André e da requalificação da zona envolvente, no Jardim Oudinot, na Gafanha da Nazaré (275.123 euros com prazo de 5 meses). A obra “irá permitir valorizar o espaço de acesso a todos os que visitem o Navio-Museu, enquadrada no processo de reabilitação estrutural do Navio, iniciado em maio de 2020, e da reformulação de todo o seu percurso expositivo.”

Publicidade, Serviços & Donativos