Ílhavo: Programa do Laboratório do Envelhecimento para o último trimestre do ano

605
'Laboratório do envelhecimento', Ílhavo.
Dreamweb 728×90 – Video I

A Câmara Municipal de Ílhavo apresentou esta quarta-feira o programa do Laboratório do Envelhecimento para o último trimestre do ano, através da iniciativa “D’Empreitada!”, aberta a toda a comunidade.

A sessão de apresentação contou com a participação da Vereadora com o pelouro da Ação Social, Saúde, Família e Voluntariado, Mariana Ramos, e de investigadores e parceiros que apresentaram os projetos a desenvolver nos três eixos de atuação do Laboratório do Envelhecimento – investigação, conhecimento e criação.

Até ao final do ano, o Laboratório do Envelhecimento acolhe cinco projetos de investigação, com diferentes temáticas – “As Condições de Vida da População Sénior e as suas Práticas Turísticas: Estudo Comparativo entre Portugal e a Finlândia”, de Joana Monteiro; “Assistente proativo para a TV como promotor de interações entre idosos e outras gerações”, promovido pelas Universidades de Aveiro e do Porto; “Tradução, adaptação e validação da escala ALONE para a população idosa portuguesa”, da Universidade de Aveiro; “SINDIA – Desigualdades sócio espaciais na demência”, da Universidade de Coimbra, com a participação do CINTESIS – Universidade de Aveiro e da Escola Nacional de Saúde Pública Universidade Nova de Lisboa. Às terças-feiras, a Escola Superior de Enfermagem de Coimbra e o UCC Laços Mar e Ria Ílhavo promovem sessões de terapia de reminiscência, que se baseia na recuperação de memórias.

No eixo da criação, uma das novidades deste trimestre é o projeto “A voz do rock por um dia”, em que, durante um dia inteiro, a 27 de outubro, os “avós do rock” ensaiam um reportório musical, com direção artística e musical de Ana Bento, que culmina, depois, num concerto, no mesmo dia, às 19h00.

Para o dia 30 de outubro está agendado o lançamento da coleção de sacos de pano “Mamas iguais”, confecionadas por talentosas artesãs mais velhas.

Durante este trimestre estará patente no Laboratório do Envelhecimento a exposição de fotografia bordada “Retratos Vivos: Histórias Bordadas”, criada no âmbito do projeto “A avó veio trabalhar”, da Associação Fermenta, inaugurada esta quarta-feira.

Semanalmente, há várias oficinas com uma vertente artística, dirigidas à comunidade sénior. Aprende-se a tricotar, a desenvolver uma marca de artesanato e a tocar ukulele. No Clube do Pensamento, uma vez por mês, trocam-se ideias e experiências em torno de livros, com dinâmicas de grupo inspiradas na biblioterapia.

No eixo do conhecimento, arranca, este mês, o Programa de Apoio a Pessoas em Luto, que inclui oficinas abertas à comunidade (a 12 e 25 de outubro), e sessões de acesso reservado, em Grupos de Partilha Orientada, com a primeira sessão a 8 de novembro.

Também no eixo do conhecimento, a comunidade sénior tem a oportunidade de participar em oficinas de diferentes áreas: Seniorvlog – Formação para ser vlogger, que ensina a criar conteúdos digitais; Programação de aplicações desktop, em que os participantes são desafiados a criar a aplicação do Laboratório do Envelhecimento; Formação para cuidadores informais; “Regras em Inglês”, em que se aprende esta língua estrangeira a jogar; jogos que promovem a interação social, a estimulação e a navegação online; “Maiores na Mente”, para exercitar o cérebro; e “Maiores On”, para aprender a usar o computador ou a navegar na internet com segurança.

Nos próximos três meses estão também previstas várias conversas. A 30 de outubro, às 14h30, a Liga Portuguesa Contra o Cancro coloca em cima da mesa o tema “Cancro da Mama: um problema de saúde pública”, com dinamização da médica Lara Cabrita.

Uma vez por mês, ao dia 27, sai um episódio novo do podcast “Ouve bem o que te digo”, que junta mulheres mais velhas, para debaterem temas que as incomodam: Os próximos assuntos a debater são: “como gasto o meu tempo?”, “Preconceitos” e “Mudanças Climáticas: a hora de agir”.

Nas conversas “Fala!”, dirigidas à comunidade, trocam-se ideias sobre novas formas de fazer e dão-se a conhecer boas práticas, em prol de um maior trabalho em rede. Desta vez, fala-se sobre “A arte nas pessoas mais velhas”, no dia 9 de novembro, às 19h00.

O Laboratório do Envelhecimento é um projeto inovador da Câmara Municipal de Ílhavo, único em território nacional, que tem como objetivo central o desenvolvimento de conhecimento sobre o processo de envelhecimento, aliando, para o efeito, parceiros académicos, empresas tecnológicas, organizações sociais, parceiros artísticos e comunidade sénior.

Câmara de Ílhavo

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.