Homem que matou GNR condenado a nova pena de cadeia, agora por tráfico de droga

1020
Tribunal de Aveiro.

O Tribunal de Aveiro condenou esta manhã a penas de prisão três dos quatro homens que estavam acusados de traficar droga na Mealhada e também na zona de Coimbra.

A pena mais pesada, de seis anos e meio de cadeia, que resulta do cúmulo jurídico de seis anos por tráfico e um ano e meio por posse de arma proibida, recaiu num arguido sexagenário. Era o único detido do grupo julgado (prisão preventiva), e já com longo cadastro, incluindo por homicídio de um GNR em 1984.

O acórdão não deu como provado que houvesse uma atividade “concertada” entre aquele, que seria o alegado cabecilha, e os restantes acusados.

Dois outros arguidos foram condenados cada um a penas de um ano e dois meses de prisão, que o tribunal suspendeu por dois anos, com várias obrigações.

Um quarto acusado foi absolvido.

Artigo relacionado

Homem que cumpriu pena por homicídio detido por tráfico de droga na Mealhada

Publicidade, Serviços & Donativos