Homem que esfaqueou ex-patrão condenado a prisão ficou com a pena suspensa

908
Tribunal de Aveiro.
Dreamweb 728×90 – Video I

Um homem de 54 anos que esfaqueou o ex-patrão na Murtosa, por lhe dever 400 euros por trabalhos de construção civil, foi condenado a quatro anos e nove meses de prisão, pena que ficou suspensa por igual período. Após a leitura do acordão, cessou a prisão preventiva a que esteve sujeito desde março passado.

Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o jornal online NotíciasdeAveiro.pt gratuito.

Artigo relacionado

Confessa que esfaqueou ex-patrão por dívida de 400 euros

O indivíduo foi condenado, ainda, ao pagamento de uma indemnização de 2500 euros ao ofendido, assim como a suportar despesas hospitalares (210 euros).

A colaboração dada durante o julgamento, ao assumir os factos, a ausência de antecedentes criminais e a inserção social e laboral levaram o coletivo de juízes a suspender a pena de cadeia.

Ainda assim, a suspensão da pena ficou sujeito a um regime de prova a propor pela Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais, que deverá incluir tratamento para alcoolismo.

O operário de construção civil foi condenado nas penas parcelares de um ano de prisão por ameaça agravada, um mês de prisão por introdução em local vedado ao público e quatro anos por homícidio tentado tentado na forma simples (inicialmente estava acusado na forma qualificada).

Siga o canal NotíciasdeAveiro.pt no WhatsApp.

Publicidade e serviços

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais no jornal online NotíciasdeAveiro.pt, assim como requisitar outros serviços. Consultar informação para incluir publicidade online.