Hasta pública rendeu 3,707 milhões de euros / Dois lotes do PP do Centro sem comprador

703
Edital de hasta pública, Aveiro.

A Câmara de Aveiro ‘encaixou’ esta sexta-feira cerca de 3,707 milhões de euros na hasta pública de imobiliário municipal.

Nove dos 12 lotes que foram colocados à venda pela autarquia tiveram compradores, depois de duas tentativas anteriores em que não houve qualquer interessado.

Os terrenos e outras propriedades renderam 1,2 milhões de euros acima da base de licitação no conjunto.

Os lotes mais caros vendidos foram licitados pelo preço base: 1,320 milhões de euros e 1,3 milhões de euros. Ambos dizem respeito à zona do Plano de Pormenor do Centro (junto à Fonte Nova).

“O objetivo era vender tudo, vendemos nove, que vão render um pouco mais de 3,700 milhões de euros, é bom”, referiu no final da hasta pública Jorge Ratola, vice-presidente da Câmara.

A receita, como recordou o autarca, servirá para amortização da dívida do município “ainda este ano, de acordo com a estratégia traçada”.

Dos três lotes sem licitação, dois dizem respeito a terrenos do Plano de Pormenor do Centro, as parcelas mais caras (base de licitação de 1,430 milhões de euros em ambos os casos), e o terceiro a uma parcela no Paço, Cacia.

Os terrenos continuam no mercado mas não está decidido como será feita nova tentativa de venda.

Artigo relacionado

Aveiro: Câmara torna lotes na Fonte Nova mais apelativos para hasta pública

Publicidade, Serviços & Donativos