Governo mantém empenho em incluir Aveiro entre as universidades com novos cursos de medicina

372
Universidade de Aveiro.

Aveiro continua a ser uma das universidades referenciadas para os novos cursos de medicina que o Governo pretende abrir.

A primeira tentativa envolvendo a academia aveirense de instalar um ciclo de estudos da área médica, em 2012, saiu frustrada, por falta de acreditação.

Manuel Heitor, ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, numa entrevista publicada esta quinta-feira pelo Diário de Notícias, mantém a Universidade de Aveiro no grupo das instituições onde o Governo pretende ter novos cursos de medicina.

“Se me pergunta outro objetivo, que sei que é muito complexo, mas que estamos a trabalhar nisso, é certamente o alargamento do ensino e da modernização do ensino da Medicina. Espero chegarmos a 2023 com a possibilidade, ou as oportunidades, de virmos a ter três novas escolas de ensino da Medicina, nomeadamente em Aveiro, Vila Real e na Universidade de Évora”, refere o governante, reafirmando propósito idêntico manifestado em declarações anteriores.

“Acabou de ser formado o centro académico clínico em Aveiro e agora estão em preparação o futuro centro académico clínico de Évora e o centro académico clínico de Vila Real, ligado à UTAD. Com estes três novos centros académicos clínicos conseguimos facilitar a capacitação científica para vir a alargar o ensino da Medicina, certamente de uma forma diversificada em relação ao que já se faz em Portugal”, diz ainda Manuel Heitor.

Artigos relacionados

Artur Silva eleito presidente do Centro Académico Clínico Egas Moniz Health Alliance

Ministro do Ensino Superior quer mais cursos de Medicina

Governante admite criação de curso de Medicina na Universidade de Aveiro em 2017

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.