GNR travou furto de 640 toneladas de pescado de câmara de frio selada

3269
Apreensão de pescado furtado de armazém na Gafanha da Nazaré.
Livro728

O Subdestacamento de Controlo Costeiro de Aveiro da GNR apreendeu hoje na localidade da Gafanha da Nazaré, concelho de Ílhavo, cerca de 640 toneladas de pescado congelado.

A apreensão desta sexta-feira ocorreu no âmbito de uma operação de fiscalização ao armazenamento de pescado.

Segundo um comunicado, os militares detetaram 15 indivíduos, com idades entre os 25 e os 60 anos, a retirar caixas de pescado congelado com um valor estimado de 3,197 milhões de euros do interior de uma câmara de frio, que se encontrava selada pela autoridade administrativa competente para a conferência de descargas em navio de pesca longínqua.

Os suspeitos entraram depois de abrirem um buraco na parede das instalações.

Estão em causa diversas espécies, como palmeta, linguado, alabote, bacalhau, abrótea, ganadeiro, raia, red-fish, solha e solhão.

De acordo com a GNR, o armazém pertence a uma empresa que captura e transforma produtos da pesca. No interior, foram ainda detetadas diversas ferramentas e equipamento usado para o arrombamento da parede da câmara frigorífica, tendo sido apreendidas.

“Os indivíduos foram constituídos arguidos por suspeita da prática dos crimes de furto qualificado, descaminho ou destruição de objetos colocados sob o poder público e quebra de marcas e selos. Os factos foram participados ao Tribunal Judicial da Comarca de Ílhavo”, adianta a Guarda em comunicado.

A operação foi realizada em conjunto com a Direção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos.

A 21 de janeiro, foram apreendidas 63 toneladas de pescado congelado a uma empresa exportadora da Gafanha da Nazaré, com um valor de mercado de 400 mil euros, por alegada violação das normas de transporte.

Publicidade, Serviços & Donativos