Futebol / CdP: Vitória premiou equipa mais ofensiva (Lourosa 2 – BM 1)

1122
Lourosa - Beira-Mar.

O Lourosa venceu, este domingo à tarde, o Beira-Mar por 2-1 em partida a contar para a 19ª jornada do Campeonato de Portugal (Série D) que teve uma grande penalidade para cada lado.

Os lusitanistas alcançaram a sua primeira vitória caseira em 2021, e a segunda consecutiva, repartindo agora o segundo lugar com o Canelas (36 pontos), que empatou sem golos em S. João de Ver. O Anadia, apesar da derrota na receção à Sanjoanense, este sábado (0-2), continua a liderar com 38 pontos, com menos um jogo.

O Beira-Mar somou o quinto jogo sem ganhar, estando cada vez mais distante dos play off, e, consequentemente, do objetivo de entrar na edição de estreia da 3ª Liga. Terminada a ronda, caiu do sexto para o sétimo lugar (25 pontos), sendo ultrapassado pelo Valadares (27 pontos), que derrotou em casa o Águeda por 2-0.

Calendário do Beira-Mar

2021-03-14 | 15:00 (C) Lusitano Vildemoinhos | J20
2021-04-03 | 16:00 (F) Anadia FC | J21
2021-04-11 | 16:00 (C) Valadares Gaia | J22

Em Lourosa, a equipa da casa apresentou-se com quatro alterações no onze relativamente à jornada anterior (vitória por 0-4 em Vila Cortez), com Henrique Nunes a chamar à titularidade Rui Silva, Marlon, Gil Dias e Paulo Tavares.

Quanto ao onze dos visitantes, Romário, Sory e Mendonça (após lesão) foram as alterações em relação ao empate 1-1 em Aveiro com o Espinho, relegando Caio Senna e Elsinho para o banco. Berna não foi convocado.

Grande penalidade e lesão de Zé Pedro complicaram aveirenses

Após um início equilibrado, o Beira-Mar viu-se em desvantagem ao quatro de hora, no primeiro lance de maior perigo dos locais. Uma grande penalidade assinalada por ‘carga’ sobre Willy, que, desmarcado por Paulo Grilo, surgia em posição de ‘fazer estragos’. Jaime Poulson não desperdiçou o castigo máximo, apontando o seu 8º golo.

Na resposta, Zé Pedro esteve perto de empatar. O lance começa num canto na direita, a bola é desviada da área e o extremo esquerdo desferiu um remate forte, mas à figura.

Do lado contrário, aos 30m, Pedro Soares teve de sair dos postes mais rápido para evitar a finalização de Edgar Abreu, após cruzamento da direita.

O Beira-Mar foi obrigado a fazer a substituição forçada aos 37m, com a saída do influente Zé Pedro, lesionado, mas conseguiu contrariar a pressão do Lourosa, embora sem perigo de maior.

No regresso do intervalo, seria o Lourosa a criar ‘mais calafrios’. Edgar Abreu ensaiou um remate, que falhou por pouco a baliza. Num canto da esquerda, Poulson desviou de cabeça, valendo o central Edgar. Depois, após um livre, seria Marlon a cabecear, mas Pedro Soares agarrou.

Dinis, chamado a jogo pelo lusitanistas, tornou-se um ‘quebra cabeças’ pela direita. Na primeira incursão, o remate rasteiro foi parar às mãos de Pedro Soares. Na segunda tentativa, aos 71m, não perdoou. Assistido por Edgar Abreu, rematou para o fundo da baliza, já com o guarda-redes e um defesa ao seu caminho.

Pouco depois, o Beira-Mar beneficiou de um livre perigoso na direita da meia lua, em cima da linha da grande área. Mendonça converteu rasteiro junto ao poste, mas Wilson fez uma grande defesa para fora.

Do canto, resultaria uma grande penalidade, por braço na bola de Poulson. Mendonça reduziu a desvantagem, relançando o jogo que entrou numa fase com mais garra e menos engenho.

O Beira-Mar sofreu nova contrariedade quando procurava o empate, com a lesão de Douglas Paula, que entrara no decorrer da segunda parte.

O jogo foi intenso até ao final, mas sem perigo de maior em qualquer baliza.

Ficha

Lusitania de Lourosa:

Wilson
Rui Silva (Rafa, 90+4)
Marlon
Gil Dias
Serginho
Paulo Tavares
Paulo Grilo
Edgar Abreu
Willy (Dinis, 65m)
Frédéric Maciel
Jaime Poulson Joel Silva, 90+2)

Suplentes: Miotti, Ministro, Carvalho, Rafa, Idris, Dinis.

Treinador: Henrique Nunes.

Beira-Mar:

Pedro Soares
João Nogueira
Edgar
Romário
Mendonça
Sory (Elsino, 80m)
Rui Sampaio (Garruço, 80m)
Ivo Lemos (Douglas Paula, 58m; Caio, 90+2m)
Dieguinho (Sylla, intervalo)
Zé Pedro (Leandro Vieira, 37m)
Diego Tavares

Suplentes: Gabriel, Caio, Elsinho, Garruço, Leandro Vieira, Sylla, Douglas Paula.

Treinador: Manuel Rodrigues.

Árbitro: Luís Máximo (AF Castelo Branco).

Ação disciplinar: Cartões amarelos: Douglas Paula (74m), Gil Dias (74m), Paulo Tavares (75m), Sylla (90+9).

Declarações dos treinadores

“Estiveram em campo duas equipas muito bem organizadas. Um jogo equilibrado, de muita luta e intensidade.
O Beira-Mar tinha o jogo controlado até ao penalti. Mesmo depois, teve mais posse e a chegar a zona de finalização.
Na segunda parte, também total controlo. Num erro nosso de construção, aconteceu o 2-0. É futebol. O Lourosa teve mérito mas no jogo o Beira-Mar não esteve pior” – Manuel Rodrigues, treinador do Beira-Mar.

“Foi um jogo dificílimo. Nas melhores oportunidades de golo que criámos, em praticamente todo o jogo, concretizámos e ganhámos. Já criámos mais oportunidades sem vencer. Julgo que foi uma vitória justa e ganhámos pontos a todos os os nossos adversários” – Henrique Nunes, treinador do Lourosa.

Resultados e classificação em https://www.zerozero.pt/edition.php?id_edicao=147540

Publicidade, Serviços & Donativos