Futebol /CdP: Centrais goleadores ‘tramaram’ aveirenses (Castro Daire 2 – Beira-Mar 1)

929
João Nogueira depois de cabecear para golo (Castro Daire - Beira-Mar).
Dreamweb 728×90 – Video I

O Castro Daire ganhou 2-1 na receção ao Beira-Mar em partida a contar para a 17ª jornada do Campeonato de Portugal (Série D) disputada este domingo.

Há quatro jogos que a formação da casa não conhecia o sabor da vitória, somando três pontos importantes na fuga à despromoção (9º lugar, com 19 pontos em 14 jogos).

Já a equipa aveirense, que venceu os castrenses na primeira volta (2-0), sofreu a segunda derrota consecutiva (sétima na prova), por igual resultado da ronda anterior, aquando da deslocação a Valadares. Mantém o sexto lugar (23 pontos em 16 jogos), mas ficou com os gaienses mais próximos (sétimos, agora com 21 pontos em 17 jogos, mercê do empate a zero na deslocação deste domingo a S. João de Ver).

Os ‘onzes’ em campo sofreram duas alterações para cada lado em relação à jornada anterior. Pelos locais, Tomás Correia (guarda-redes) e Luis Pedro foram as mudanças relativamente à derrota caseira com o Espinho (0-1). No Beira-Mar, Leandro Vieira ocupou o lugar de Dieguinho, habitualmente titular, que ficou no banco, e Aparício voltou após cumprir castigo.

Golo ‘do meio da rua’ abalou Beira-Mar obrigado a ganhar

A disposição atacante revelada pelos visitantes no arranque do jogo correspondia ao que a direção pedira na véspera, ao considerar obrigatório vencer este domingo, assumindo um tom de ultimato que, nestes casos, não raro, traz consequências.

Logo ao primeiro minuto, Diogo Tavares surgiu na pequena área, pela esquerda, e alvejou a baliza, com o guarda-redes a desviar para canto.

A segunda oportunidade de golo para os aurinegros não tardou. O central Romário, aos sete minutos, cabeceou para nova defesa de Tomás Correia.

O mesmo jogador, aos 12m, rematou de fora da área, para outro desvio salvador do guardião, para canto.

O Castro Daire respondeu em contra ataque, com a Marcel a permitir a defesa de Gabriel.

O sentido do jogo inverteu-se aos 16m graças ao ‘golo de bandeira’ de Paulo Oliveira. O central rematou de fora da área, descaído na direita, sem dar quase nenhum tempo de reação ao guarda-redes beiramarense para travar a bola.

A equipa de Aveiro ficava obrigada, pelo quarto jogo seguido, a correr atrás do prejuízo, mas acusou a pressão.

Numa fase mais equilibrada, aos 28m, na sequência de um canto da direita, o central brasileiro Luis Henrique ensaiou um primeiro cabeceamento para as mãos do guarda-redes forasteiro.

Do lado contrário, continuavam os problemas de finalização: Zé Pedro fez um bom cruzamento mas ninguém acompanhou na área e num outro ataque, o extremo, bem posicionado, rematou ao lado.

Aos 39m, o Beira-Mar sofreu mais um golpe duro. Um livre do meio campo, descaído para direita, convertido por Marcel para a pequena área onde Luis Henrique fez valer a sua altura cabeceando para o 2-0.

Castro Daire aguentou firme, mesmo com jogo relançado

O técnico forasteiro mexeu na equipa no regresso dos balneários fazendo entrar Dieguinho e o ponta de lança Lamine, em estreia.

Diogo Tavares, num remate na área, voltou a colocar Tomás Correia à prova. Sucederam-se ataques e bolas paradas, mas sem perigo de maior para o último reduto da casa, obrigada a maiores cuidados defensivos.

O Castro Daire criava perigo de contra ataque, aproveitando o adiantamento do Beira-Mar, que viu a vida complicar-se ainda mais com a saída, por lesão, de Aparício (65m).

À entrada do último quarto de hora, na sequência de um livre, Garruço, bem posicionado na pequena área, falhou o desvio para a baliza.

Luís Henrique evidenciava-se na defesa da casa que numa das poucas falhas consentiu o golo do Beira-Mar. Aos 82m, num canto da esquerda, o ‘pequeno’ João Nogueira antecipou-se e desviou de cabeça.

Apesar de relançado, o jogo acabaria por não conhecer alterações do marcador.

Ficha de jogo

Castro Daire:

Tomás Correia
Tomé Mendes
Paulo Oliveira
Luís Henrique
Luís Pedro
Márcio Rocha
Fred Lopes
Rui Cardoso
Yoshiaki Kikuchi (Márcio Santos, 34m; Pedro Marado 90+4).
Marcel Ribeiro (Luís Paiva, 90+2m).
Luís Barry

Suplentes: Carlos Bastos, Luis Paiva, Hugo Parente, Márcio Santos, Pedro Marado.

Beira-Mar:

Gabriel
João Nogueira
Edgar
Romário
Berna (Dieguinho, ao intervalo)
Elsinho (Sylla, 59m)
Ivo Lemos
Aparício (Garruço, 65m)
Leandro (Lamine, ao intervalo)
Zé Pedro
Diogo Tavares

Suplentes: Pedro Soares, Caio, Rui Sampaio, Garruço, Sylla, Dieguinho, Lamine.

Treinador: Ricardo Sousa

Áribtro: António Moreira (AF Vila Real)

Ação disciplinar

Cartões amarelos: Marcito (54m), Barry (79m).

Anadia ‘despacha’ o Canelas por 3-0 e volta à liderança em igualdade pontual

No jogo da jornada, o Anadia derrotou o Canelas, em casa, por 3-0, alcançado os visitantes na liderança, com 35 pontos. A equipa bairradina tem menos um jogo (16).

Ainda este domingo, o S. João de Ver não foi além de um empate a zero na receçao ao Valadares. A equipa de Nuno Pedro, que não vence há dois jogos, soma 28 pontos (4º lugar), desperdiçando a possibilidade de ultrapassar o vizinho Lourosa (3º com 29 pontos).

O Espinho goleou o Vila Cortez (4-0) em busca da manutenção.

Resultados e classificação em https://www.zerozero.pt/edition.php?id_edicao=147540

(em atualização)

Publicidade, Serviços & Donativos