Futebol / CdP: Beira-Mar ‘estanca’ fase negativa com vitória na receção ao S. João de Ver (3-0)

1162
Beira-Mar - São João de Ver (foto de Bruno Queirós).
Smartfire 728×90 – 1

O Beira-Mar derrotou o São João de Ver, este domingo à tarde, em Aveiro, por 3-0 (golos apontados na segunda parte), em partida a contar para a 11ª jornada do Campeonato de Portugal (CdP), série B, colocando fim a um ‘jejum’ de seis jogos sem vencer estava a desmoralizar a equipa e adeptos (com vídeos).

Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o jornal online NotíciasdeAveiro.pt gratuito.

A quarta vitória na prova, e a mais expressiva, permitiu aos aurinegros somarem 17 pontos, subindo dois lugares na tabela classificativa, de sexto para quarto, continuando um ponto do Rebordosa, que venceu na receção ao Salgueiros (3-0) e reduziu para três a diferença relativamente aos ‘malapeiros’. Já o líder Amarante, somou a nona vitória na receção ao Lamelas (3-0). A outra equipa da região, o Florgrade, continua em zona perigosa depois da derrota em Gondomar por 3-1. Os ‘corticeiros’ estão em 12º lugar com nove pontos.

Na receção aos segundos classificados, o técnico aveirense fez três mudanças relativamente ao onze que iniciou o jogo na ronda anterior, no reduto do Florgrade. Zé Lopes, Marcelo Santiago e Bernardo Lourenço ocuparam as vagas deixadas por Silvestre, Cícero e Rui Sampaio. No São João de Ver, que vinha de uma goleada caseira infligida ao Valadares, António Oliveira apenas trocou Pedro Martins por Jesse.

Onzes iniciais:

– Beira-Mar: Tomás Bozinoski, Luka Oliveira, Pedro Santos, Diego Tavares, Tiago Melo; Maurício, Zé Lopes, Bernardo Lourenço; Diogo Tavares, Marcelo Santiago, Chiquinho.

– S. João de Ver: Raphael Mello; Daniel Rodriguez, Edgar Almeida, Tomazi, Ruca; Rafa, Jesse, Diogo Barbosa; Miguel Lima, Isaac Cissé, André Claro.

Consultar ficha completa via FPF (em atualização).

Apesar de ter beneficiado de uma grande oportunidade pouco depois do apito inicial, quando Diego Tavares rematou à ‘queima roupa’ na pequena área, o Beira-Mar enfrentou muitas dificuldades para contrariar o jogo dos visitantes, que se posicionavam mais adiantados no terreno de jogo. Como agravante, o sector defensivo da casa demorou a ‘acertar o passo’, cometendo algumas falhas que podiam ter saído ‘caro’.

Bozinoski ganha duelo com Cissé

Numa fase de maior assédio atacante dos forasteiros, o avançado André Claro, de fora da área, obrigou Bozinoski a uma defesa a ‘dois tempos’, mas o guarda-redes local não vacilou, pelo contrário. No duelo da tarde com o ponta-de-lança Isaac Cissé começou por defender para canto um cabeceamento perigoso e, pouco depois, não se deixou enganar em outro lance idêntico.

Numa das poucas incursões atacantes do lado contrário, o Beira-Mar levou a bola a rondar com perigo a pequena área, mas Marcelo Santiago chegou atrasado para finalizar. Continuaram os momentos de ‘aflição’ na área beiramarense, com uma sucessão de remates e recargas. A equipa da casa teve de fazer uma substituição forçada, com Rafinha a entrar para o lugar de Luka (choque na cabeça que motivou, por precaução, observação hospitalar).

Na ponta final da primeira metade, o Beira-Mar melhorou. E no reinício da partida, como aconteceu na primeira parte, dispôs de uma boa oportunidade, novamente pelo central Diego Tavares, que, desta vez, não desperdiçou, apontando o seu segundo golo na prova. O brasileiro aproveitou uma bola devolvida pelo poste, após um primeiro remate acrobático de Tiago Melo.

A defesa visitante ficou abalada, valendo-lhe o guarda-redes Raphael Mello, quando Bernardo Lourenço lhe apareceu ‘na cara’, perdendo a oportunidade de ampliar a vantagem.

Siga o canal NotíciasdeAveiro.pt no WhatsApp.

Seguiu-se um período em que o São João de Ver lançou uma série de ataques perigosos, que foram sendo anulados pela defesa da casa. Cissé continuava a dar motivos para o guarda-redes adversário ‘brilhar’. O atacante costa marfinense, que já passou por Aveiro, fez de tudo para marcar (um cabeceamento perigoso defendido por Bozinoski, um remate cruzado que saiu junto à baliza e duas desmarcações na área), levando os visitantes ao desespero.

Contra a corrente do jogo, numa descida à área contrária, o Beira-Mar beneficiou de uma grande penalidade, em que foi assinalada ‘carga’ sobre Diogo Tavares. Santiago, chamado a converter o castigo máximo, fez o 2-0 (primeiro golo na época). O 3-0 colocaria definitivamente os ‘malapeiros’ ‘encostados às cordas’, com Diogo Tavares a aproveitar uma falha defensiva para apontar o seu quinto golo na prova.

O médio Maurício viu esta tarde o quinto cartão amarelo, pelo que ficará de fora das ‘contas’ para a deslocação a Vila Meã.

Jogos e resultados via Zerozero.pt.

Facebook Campeonato das Oportunidades

Publicidade e serviços

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais no jornal online NotíciasdeAveiro.pt, assim como requisitar outros serviços. Consultar informação para incluir publicidade online.

Comercio 780