Futebol / CdP: Beira-Mar e Valadares empataram com golos na segunda parte (1-1)

562
SC Beira-Mar - Valadares de Gaia (CdP 2022-23).
Smartfire 728×90 – 1

Beira-Mar e Valadares de Gaia empataram 1-1, este domingo, a contar para a segunda jornada do Campeonato de Portugal, da Série B (vídeo com os golos).

Os golos da partida foram apontados no início e no final da segunda parte, curiosamente, ambos na sequência de cantos, de cabeça e por defesas centrais.

Ao intervalo, o nulo era algo lisonjeiro para a equipa da casa, uma vez que os gaienses dispuseram das melhores oportunidades para inaugurar o marcador. Por duas vezes, Joseph rematou com perigo (malhas laterais e por cima). O jogador de Trindade e Tobago (22 anos) revelou-se, de resto, uma dor de cabeça para o último reduto da casa.

Com apenas uma mudança no onze (Rui Sampaio no lugar do castigado Maurício) em relação à jornada inaugural (vitória por 0-1 na Camacha), o Beira-Mar entrou determinando em assumir ‘o rumo dos acontecimentos’, mas os forasteiros, que surgiram com a mesma equipa da vitória caseira sobre o Marítimo B (2-1), não tardaram em reequilibrar o sentido do jogo e ‘mostrar serviço’ ofensivo sem descurar a segurança defensiva.

Ao passar da meia hora, a equipa da casa teve uma fase de maior ascendente com algumas tentativas de alvejar a baliza, no entanto sem ‘atingir o alvo’. No melhor lance, Vierinha, bem posicionado, atirou muito por cima.

Logo no regresso do intervalo, o Valadares colocou-se em vantagem, na sequência de um canto da direita a que Marlon correspondeu com um cabeceamento sem enfrentar oposição de maior.

Depois Joseph, numa arrancada em que levou a melhor, obrigou Diogo Almeida a defesa apertada. O guarda-redes não esperou muito até ser novamente solicitado a ‘evitar o pior’, desta vez num remate ‘surpresa’ de João Pinto.

A defesa do Valadares ia ‘chegando para as encomendas’ sem comprometer e beneficiava, ainda, da ‘falta de pontaria’ dos locais.

O treinador beiramarense mudou os extremos, colocando em campo Jota e Luís Filipe. O Valadares viu-se obrigado a recorrer a transições rápidas para contrariar o maior caudal ofensivo que enfrentava. Continuaria o duelo Jospeh / Diogo Almeida, com este a ‘travar’, por duas vezes, o endiabrado avançado.

Numa fase em que o Beira-Mar insistia no futebol direto, Rui Sampaio não conseguiu ‘armar o remate’ para dar o melhor seguimento a um cruzamento da direita para a pequena área.

O tempo foi passando, com alguns ataques, de ambos os lados, com perigo. Até que os aurinegros viram o esforço para evitar a derrota compensado. Após um canto da direita, já com as compensações quase esgotadas, como aconteceu na deslocação à Madeira, domingo passado. Diego Tavares cabeceou sem dar hipótese de defesa, marcando pelo segundo jogo seguido

Depois do apito final, Gustavo viu cartão vermelho por ter atirado Marcelo Santiago ao chão quando ambos se cruzaram, certamente, ainda a ajustar contas do jogo.

O Lourosa, a outra equipa da região de Aveiro, prosseguiu o ‘mau arranque’ de campeonato, sofrendo a segunda derrota, desta vez na receção ao Salgueiros (0-1).

O Leça, que goleou em sua casa o Machico (4-0), é a única equipa da série com duas vitórias, liderando a classificação (seis pontos). O Beira-Mar

Fichas, resultados e classificação via FPF.

Facebook Campeonato das Oportunidades.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.