“Fomos premiados perto do fim, porque até lá estivemos organizados” – Ricardo Maia, treinador do Beira-Mar

663
Ricardo Maia, treinador do Beira-Mar (Foto do Facebook do Beira-Mar).
Smartfire 728×90 – 1

O Beira-Mar iniciou o Campeonato de Portugal da melhor forma que podia, com uma vitória, na Camacha, por 0-1, num jogo em que ficou reduzido a 10 unidades no final da primeira parte, devido à expulsão de Maurício (segundo cartão amarelo), desfalcando a equipa para a segunda jornada (receção ao Valadares, que venceu o Marítimo B por 2-1).

Artigos relacionados

Futebol / CdP: Beira-Mar vence na Camacha (0-1) com um golo de grande penalidade

Reportagem da RTP Madeira – resumo do jogo

O treinador aveirense ficou necessariamente satisfeito com o resultado do jogo na Madeira, onde a sua equipa foi conquistar os três pontos em disputa. “Felizmente conseguimos vencer, com um adversário muito experimentado nesta competição, que apresentava muita qualidade ofensiva”.

“Em função, também, das contingências do jogo, com a expulsão, o saldo é tremendamente positivo”, sublinhou Ricardo Maia que está de volta ao Campeonato de Portugal onde já orientou o S. João de Ver.

A vitória tem efeitos, igualmente, motivacionais para o clube que na época passada tinha o seu futebol sénior na divisão de elite distrital. “Entrar com o pé direito é importante, ainda que não seja decisivo. Fora de portas, numa deslocação destas, culminar com três pontos, é ‘ouro sobre azul’ como se costuma dizer”, acrescentou o técnico.

“De qualquer forma, foi um jogo e a partir de segunda-feira começa uma nova semana de trabalho. Independentemente do resultado na Madeira, teríamos sempre de ‘apontar baterias’ para o próximo adversário”.

Ricardo Maia ficou satisfeito com a forma como a equipa lidou com a expulsão de Maurício, um elemento importante.

“Reagimos bem à inferioridade numérico, ao intervalo alterámos os corredores laterais, que seriam os mais sacrificados e expostos defensivamente. O Beira-Mar esteve organizado, com os jogadores muito concentrados”, destacou.

“Acabámos por acumular mais chegadas à área do que a Camacha e criámos as melhores oportunidades em jogo jogado e bolas paradas. Fomos premiados perto do fim porque até lá estivemos organizados e soubemos tirar partido da ansiedade do adversário por sentir que estava com mais um. A forma serena como conquistámos o penálti, a jogada em si, revela exatamente isso. Procurámos chegar a esse momento com cabeça”, conclui o jovem ‘mister’.

Ricardo Maia confirmou que o clube ainda tem uma vaga para preencher no eixo da defesa, estando à procura do tal reforço no ‘mercado’.

Discurso direto

“O nosso foco diário tem a ver com o coletivo, cimentar ligações internas, conseguir uma coesão mais forte como equipa. Felizmente, esta visita à Madeira ajudou muito nessa intenção, acrescida pela conquista dos três pontos” – Ricardo Maia, treinador do Beira-Mar.

Fichas, resultados e classificação via FPF.

Facebook Campeonato das Oportunidades.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.