Futebol / CdP: Beira-Mar vence na Camacha (0-1) com um golo de grande penalidade

727
Camacha - SC Beira-Mar (Foto do Facebook da AD da Camacha).

O Beira-Mar foi vencer por 0-1 à Camacha (Ilha da Madeira) a contar para a jornada inaugural do Campeonato de Portugal (série B) com o golo a ser apontado por Diego Tavares na conversão de uma grande penalidade aos 90+2 m.

Artigo redigido com apoio de Daniel Faria, do JM Madeira

Os aveirenses jogaram desde os 42 minutos reduzidos a 10 jogadores, após o médio defensivo brasileiro Maurício ter sido expulso ao ver o segundo cartão amarelo a castigar nova ‘falta cirúrgica’.

O lance que valeu aos aurinegros três pontos foi precedido de uma fase de maior assédio à baliza adversária dos locais. Belo, de cabeça, falhou por pouco o ‘alvo’. Seguiram-se várias tentativas de remate, sem conseguir melhor.

Até que na derradeira incursão do lado contrário, aos 90 + 2 minutos, Carlos Ponte, na grande área, agarrou pelas costas a camisola de Jota quando este rematava em jeito. O árbitro assinalou penálti e expulsou o médio. Diego Tavares, experiente central brasileiro, não desperdiçou tão  soberana oportunidade.

Aveirenses adaptaram-se bem à ‘manta mais curta’

Na primeira parte, o jogo foi equilibrado, com as duas equipas encaixadas taticamente, estudando-se mutuamente.

Apesar do Beira-Mar entrar no jogo com mais predisposição atacante, a Camacha equilibrou as operações e desperdiçou a melhor oportunidade de golo. Henrique, aos 27 minutos, com o guarda-redes Diogo Almeida pela frente, falhou o remate.

Logo a seguir, o ponta-de-lança aveirense Marcelo Santiago pôs alguma ‘água na fervura’, com remate que saiu ao lado.

Os aveirenses adaptaram-se bem à ‘manta mais curta’ com que tiveram de jogar na sequência da expulsão de Maurício e deram trabalho defensivo à formação da Camacha. O central Luís Breda viu o guarda-redes Framelin negar-lhe o golo, com uma grande defesa na sequência de um cabeceamento.

A partir dos 78 minutos, seria a equipa da casa a ‘ir com tudo’ em busca da vitória. André Mendy (por três vezes), Belo e Carlos Ponte não conseguiram, no entanto, dar o melhor seguimento à bola em situações de remate.

Depois, na única descida à baliza de Framelin, o ‘contra golpe’ resultou no golo da vitória.  A ‘sorte do jogo’ acabou, assim, por proteger os forasteiros, que não deixaram de ser audazes, apesar de jogarem com menos uma unidade.

* Artigo corrigido no lance da grande penalidade.

Ficha (resumo)

Camacha: Framelim, Fábio Faria (João Fernandes, 80), Bonera, Carlos Ponte, Cristiano Abreu, Huguinho Abreu, Samuka Rodrigues, Luís Vieirinha, Rudy Monteiro (André Mendy, 60), Afonso Sousa (Belo, 66) e Henrique Silva.
Treinador: Cristopher Pilar

Beira-Mar: Diogo Almeida, Carlitos, Diego Tavares, Luís Breda (Duarte Soares, 90+5), Drula, Kiko Rodrigues, Filipe Vieirinha (Rui Sampaio, 90+5) Maurício Júnior, Marcelo Santiago, (Jota Silva, 85), Peterson Matheus (Luís Felipe, 46), Leandro Vieira (Leandro Borges, 46).
Treinador: Ricardo Maia

Fichas, resultados e classificação via FPF.

Facebook Campeonato das Oportunidades.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.