Festival Dunas de São Jacinto com balanço positivo

1546
Festival Dunas de São Jacinto 2020.

O Festival Dunas de São Jacinto, que aconteceu de 21 a 23 de agosto, encerrou no domingo a edição 2020 com um balanço muito positivo.

Apesar das condicionantes provocadas pelo Combate à Pandemia do Coronavírus / Covid-19, os três dias de Festival envolveram todo o território de São Jacinto, com a realização de várias atividades desportivas, náuticas, de música e cultura, com o objetivo de promover a partilha e o convívio entre visitantes, população e instituições.

O “PRIO Air Show” voltou a ser um sucesso, com os aviões que sobrevoaram São Jacinto na tarde de sábado, 22 de agosto, a darem um grande espetáculo a todos os que assistiram.

Os espetáculos aéreos “invadiram” também a noite de São Jacinto, nos dias 21 e 22 de agosto, com centenas de pessoas a assistirem ao “Aeroshow”, uma performance única em Portugal, onde dois planadores ingleses apresentaram acrobacias aéreas lançando fogo de artifício em sincronização com um espetáculo piromusical em terra, cheio de som e cor, e que fizeram as delícias de quem assistiu.

Dos vários espetáculos do Festival, destaque ainda para os concertos de Bárbara Tinoco no sábado e dos Ganda Malucos, no domingo, que animaram as ruas desta localidade de Aveiro, em conceito de Trio Elétrico.

Sublinhado especial ainda para as atividades desportivas ligadas ao mar e à praia, desde as várias modalidades náuticas, como foi o batismo de canoagem realizado pelo IDEC Cacia, o Stand Up Paddle (SUP) com a Coletividade Popular de Cacia, a pintura de um mural de autoria de André da Loba ou a visita à Reserva Natural das Dunas de São Jacinto.

O “Eco Taxi” aconteceu pelo segundo ano consecutivo, na troca de plástico, vidro, ou outro tipo de lixo, recolhido na praia, por viagens de bicicleta durante os três dias do Festival. Durante estes três dias foram percorridos cerca de 500 quilómetros, o que equivale a uma ação de carbono zero por não emitir gases nocivos para a atmosfera.

Sucesso e caminho definido para 2021

Para Ribau Esteves, Presidente da Câmara Municipal de Aveiro (CMA), “a 4.ª edição do Festival Dunas de São Jacinto foi um sucesso, que incluiu uma boa gestão das condicionantes determinadas pelas medidas de Combate à Pandemia do Coronavírus / Covid-19”.

O Autarca sublinha que a edição deste ano “foi uma aposta ganha, apesar da redução do orçamento em 40%, passando de um investimento de 160.000€ em 2019, para apenas 95.000€ na presente edição de 2020, procurando um bom equilíbrio entre a qualidade e a necessidade de redução da dimensão dos espetáculos e aumento da segurança para todos os espectadores e participantes”, reforçou.

A CMA agradece a todos os parceiros envolvidos na execução da 4.ª edição do festival, desde entidades, associações e comuns cidadãos do nosso Município que fazem parte deste processo de crescimento do evento.

O Presidente Ribau Esteves dirige “uma palavra especial de agradecimento ao Regimento de Infantaria nº 10 e ao Exército Português, que disponibilizou a pista do RI10 para as operações com aviões deste Festival 2020, marcando também a determinada aposta da CMA de voltar a ter atividade de aviação civil ligeira em São Jacinto, em boa cooperação entre o RI10 / Exército e a Câmara Municipal de Aveiro, com o envolvimento de Parceiros Privados”.

“O Festival Dunas de São Jacinto é uma aposta política ganha, que vamos continuar a fazer crescer, partilhando uma palavra de agradecimento a todos quantos lhe deram vida, na produção e na fruição”, concluiu o edil.

Organizado pela CMA, o Festival Dunas de São Jacinto regressa em agosto de 2021, entre os dias 20 e 22, inspirado na relação com o património ambiental preservado e continuando a utilizar bem as suas mais recentes conquistas: a Marginal, o Molhe Norte e o Centro de Alto Rendimento de Surf (CAR Surf) para promover o território e trazer mais e melhor oferta musical, ambiental e desportiva aos nossos concidadãos.

Reportagem fotográfica

Município de Aveiro

Publicidade, Serviços & Donativos