Festival dos Canais “é a receita perfeita para aumentar a estadia média” – presidente do TCP

1835
Festival dos Canais 2019, Aveiro.
Comercio 780

O Festival dos Canais, em Aveiro, é “um cartaz forte no posicionamento da Região Centro na agenda turística nacional e internacional, sobretudo em período de férias”, disse o presidente da Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal.

Pedro Machado falava ao final da tarde desta quarta-feira, antes de uma visita por alguns pontos da cidade onde estão a decorrer, até domingo, eventos culturais, com forte presença das artes e do teatro de rua.

“Percebemos que a dimensão do sol e praia é importante, mas já não é suficiente”, referiu o responsável pela marca Turismo Centro de Portugal (TCP), lembrando que a aposta tem sido em fazer “a convergência” com cultura, património, gastronomia ou turismo ativo “numa relação de complementaridade que está a ter sucesso”.

Isso mesmo revelam os indicadores estatísticos mais recentes. “Crescemos acima do Algarve, que teve uma taxa na ordem de quatro por centro e nós registámos sete por centro, em maio”, recordou Pedro Machado, considerando o Festival dos Canais como “o embaixador do que pretendemos ter no futuro”.

O presidente do TCP elogiou Aveiro pela “apetência em realizar grandes eventos, diferenciadores e singulares” que são “pontos fortes na atratividade turística, revelando capacidade de surpreender quem nos visita”.

Segundo os indicadores do Instituto Nacional de Estatísticas (INE) de maio, os turistas no Centro estava a crescer acima de 7,6 por cento enquanto o país aumentou 3,6 por centro.

“Precisamos de fixá-los mais tempo e este festival, ao longo de vários dias, é a receita perfeita para aumentar a estadia média”, sublinhou Pedro Machado, apontando ainda o impacto positivo na restauração, comércio e serviços.

O Centro tem uma estadia média de 1,8 dias, quando a média nacional está nos 2,7 dias. O objetivo é alcançar o segundo dia de dormida (link abaixo para ouvir declarações).

O Festival dos Canais, na opinião do presidente do TCP poderá ajudar também a reforçar a internacionalização da oferta turística (atualmente 48 por cento dos visitantes chegam do estrangeiro).

“Podemos surpreendê-los com este tipo de eventos, em que a cultura e o turismo são parceiros estratégicos. Nem sempre assim foi, hoje cruzam-se, tocam-se e acrescentam valor”, sublinhou o presidente do TCP.

Discurso direto

“Não nos abalançámos a fazer esse exercício [quantas pessoas visitam o Festival dos Canais], mas é possível fazê-lo. Quantas pessoas ouvimos dizer que Aveiro saiu finalmente para a rua ? A aposta é de crescimento e na capacidade de ser atrativo, em primeiro lugar para os que aqui residem, mas também como instrumento forte de promoção do território” – Ribau Esteves, presidente da Câmara de Aveiro (link abaixo para ouvir declarações).

Artigos relacionados

Turismo no Centro de Portugal com subida significativa em maio

Aveiro: Festival transforma cidade dos canais num palco a céu aberto.

Publicidade, Serviços & Donativos