Feira: Soldados da paz podem aceder a ‘pacote’ de apoios municipais

1150
Foto do Diário da Feira.
Smartfire 728×90 – 1

Seguro de acidentes pessoais e subsídio anual de apoio à habitação são alguns dos benefícios sociais a atribuir aos bombeiros de Santa Maria da Feira pela Câmara local no âmbito do ‘Regulamento de Concessão de Benefícios Sociais’ que se encontra em consulta pública.

Além de três corporações de bombeiros (Arrifana, Feira e Lourosa), o concelho feirense tem em atividade no âmbito da proteção civil o Núcleo de Sanguedo da Cruz Vermelha Portuguesa.

As ajudas aos soldados da paz são justificadas pelo papel assumido no “socorro às populações em caso de acidentes, catástrofes ou calamidades”, numa “ação determinante no bem-estar das populações que servem, com dedicação, empenho e sacrifício pessoal e familiar.”

A autarquia espera também com os apoios “distinguir, proteger e fomentar a adesão a esta causa, como é a proteção voluntária de vidas humanas e bens em perigo”.

Alguns dos benefícios serão ainda extensíveis aos Quadros de Honra das corporações de bombeiros.

Apoios municipais

» Dos diferentes benefícios sociais previstos, destaque para a atribuição de um seguro de acidentes pessoais, gerido pela Câmara Municipal, e de um subsídio anual de apoio à habitação a cada bombeiro ou elemento da CVP, de acordo com a tabela definida no regulamento, no máximo de 250 euros;

» Os beneficiários terão acesso gratuito às piscinas, ginásios, espaços museológicos e aos eventos culturais Viagem Medieval e Perlim. Está igualmente definido um desconto de 10% na aquisição de bilhetes para os espetáculos da programação oficial do Cineteatro António Lamoso. As refeições escolares e atividades de apoio à família nos Jardins-de-infância e Escolas Básicas de 1º Ciclo da Rede Pública do concelho passam a ter um tarifário igual ao valor dos alunos do Escalão A para os descendentes dos beneficiários.

Publicidade, Serviços & Donativos