Feira: Sindicato alerta para despedimento coletivo desnecessário na Cifial

463
Cifial, Santa Maria da Feira.

Os trabalhadores da Cifial, empresa de torneiras e louça sanitária, localizada em Rio Meão, no concelho da Santa Maria da Feira, afirmam-se contra o despedimento colectivo de 13 colaboradores que a administração colocou em marcha.

O assunto motivou plenários realizados no dia de ontem,

A “intenção da empresa em avançar com um despedimento coletivo”, que os trabalhadores consideram “cirúrgico”, é considerado “injustificável e desnecessário.”

Isso mesmo refere uma nota de imprensa do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente (SITE), afecto à CGTP-IN.

Na resolução aprovada pelos trabalhadores, decidiram “apelar” à administração para abandonar a pretensão do despedimento coletivo, “pois é desumano tal decisão numa altura em que todos estamos a sair de uma pandemia que deixou marcas na nossa sociedade”.

Os trabalhadores estranham, ainda, o despedimento coletivo quando a empresa tem recorrido a trabalho precário e contratadores a prazo para satisfazer encomendas,

A tomada de posição lembra que a empresa tem condições para, em caso de necessidade, “adaptar trabalhadores envolvidos” no processo “a outras tarefas compatíveis com a sua experiência profissional”.

A Cifial emprega 233 trabalhadores e em anterior ocasiões há fez transitar mão-de-obra da secção alvo do despdimento coletivo para outras áreas fabris.

Artigo relacionado

ECS vende a centenária Cifial à chinesa Kinlong

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.