“Fé Marinhoa” motiva concurso de fotografia na Murtosa

434
Paróquia da Torreira, Murtosa.
Dreamweb 728×90 – Video I

A Câmara Municipal da Murtosa lançou o “Prémio de Fotografia da Murtosa 2022”, destinado a premiar trabalhos, na área da fotografia, sobre a temática de “Fé Marinhoa: marcas da religiosidade das gentes marinhoas”

O concurso tem como objetivo a constituição de um acervo fotográfico, produzido a partir da heterogeneidade dos autores participantes, incentivando e premiando aqueles que se distingam pela valoração dos conteúdos, pela sua relação com o tema, pela qualidade da produção técnico-estética e por uma aproximação à contemporaneidade criativa.

Podem concorrer fotógrafos portugueses ou estrangeiros que residam em Portugal, sendo que os autores gozam de inteira liberdade no tratamento temático, bem como na escolha das técnicas/processos fotográficos e suportes a utilizar.

A data limite de receção dos trabalhos é de 31 de outubro de 2022. A ficha de inscrição e o regulamento estão disponíveis na Coordenação Cultural do Município ou em https://www.cm-murtosa.pt/p/premiofotografia

A fé e a religiosidade estiveram sempre profundamente vincadas nas vivências do povo marinhão, que, nas aflições, recorria aos seus santos de devoção: as doenças dos olhos a Santa Luzia, os males da garganta a São Brás, os cravos a S. Gonçalo, as febres a São Paio.
Com uma vivência marcada pelos ciclos agrícolas, as festas e romarias pontuavam o calendário das gentes da borda da ria, amenizando a dureza do trabalho do dia-a-dia, constituindo oportunidades de diversão e de convívio entre as pessoas de determinado lugar e de terras vizinhas.
Nas festas, entre a procissão, o arraial e os jogos tradicionais, catrapiscavam-se amores e estabeleciam-se contactos e negócios, aproveitando os grandes ajuntamentos.
Em pouco por todo o concelho da Murtosa, para além das igrejas paroquiais, que celebram os oragos respetivos, encontramos um número significativo de capelas, cruzeiros, nichos e monumentos, lugares de evocação e de devoção, muitos deles seculares, que atestam a importância da religiosidade na definição da identidade social e cultural das nossas gentes.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.