Face Oculta: MP recorre da prescrição de crimes

978
Imagem Correio da Manhã.
Dreamweb 728×90 – Video I

O Ministério Público já recorreu do despacho da juíza Marta Carvalho, do Tribunal de Execução de Penas de Aveiro, que diz que vários crimes pelos quais alguns dos arguidos da Face Oculta foram julgados e condenados tinham prescrito.

Manuel Godinho é um dos beneficiados e com isso a juíza diz que não vai emitir mandados de detenção, porque os juízes do processo têm de refazer o acórdão, refere uma notícia do Correio da Manhã (ler artigo).

Publicidade, Serviços & Donativos