Excessos despesistas incríveis e obscenos

358
Receção ao Papa Francisco.
Dreamweb 728×90 – Video I

O Governo ousa dar-se ares de Estado enriquecido – o que para além de ser ridículo, constitui intolerável demonstração de muito mal exercer o múnus governamental.

Por Brasilino Godinho *

1. O empresário nortenho Mário Ferreira, dono da Douro Azul, fez uma “viagem ao espaço”. Consta que o preço do bilhete de ida e volta custa € 300 000. Não é conhecida a actividade turística que o passageiro da nave, em que viajará, vai desenvolver durante o período que se mantiver em órbita.

Estranha-se que num país em estado de falência e com uma maioria da população que sobrevive com dificuldades extremas e carências enormes de básicas condições de vida, haja pessoas com meios de fortuna, que se permitem o exibicionismo de tamanha extravagância, bastante escandalosa – tenha-se disso consciência e repúdio!

2. Está programada a realização de Jornada Mundial da Juventude Católica, em Lisboa, no próximo ano. Prevista a vinda do Papa para presidir às cerimónias religiosas.

Li, há instantes, que a presença do Papa Francisco acarretará grande despesa que se estima atingir os 90 milhões de euros.

Interrogo-me: como é possível ao governo gastar num evento que deveria ser liminarmente rejeitado, tão volumoso quantitativo dos dinheiros dos contribuintes? Não está o Governo mantendo o país numa situação de bancarrota e de dependência monetária, sucessivamente recorrendo a empréstimos de entidades financeiras estrangeiras?

O Governo informa que não há verbas disponíveis para o SNS, para o Ensino e para actualizar vencimentos de funcionários e pensões de aposentados, sendo eles e elas de miséria em muitos casos; mas, pelo visto, para esbanjamentos ocasionais arranja sempre milhões de euros – os quais deveriam ter melhor aplicação em benefício da grei.

Enfim, com extremo agravamento do tecido social o Governo ousa dar-se ares de Estado enriquecido – o que para além de ser ridículo, constitui intolerável demonstração de muito mal exercer o múnus governamental.

Lamento que a pessoa simpática, Papa Francisco, seja envolvida num acontecimento incompatível com o estado de falência e de menoridade sociopolítica em que se encontra Portugal. Ele não merece tal desatino do Governo de Portugal.

* Doutorado em Estudos Culturais, autor. https://www.facebook.com/brasilino.godinho

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.