Aveiro: Rossio entre os projetos a começar no próximo ano, ZI de Taboeira cresce 150 hectares

1312
Taboeira, Aveiro.

A maioria PSD-CDS antecipa 2021 como “um ano de muito investimento, forte”, especialmente nas áreas da educação, qualificação urbana, habitação, desporto e cultura.

“Investimento material e imaterial”, sublinhou Ribau Esteves na apresentação da proposta de Grandes Opções do Plano (GOP) que o executivo irá discutir e votar esta sexta-feira de manhã.

O “combate” à pandemia de Covid-19 irá assumir-se como “uma das frentes principais, num trabalho de apoio à dinâmica económica e social”.

Nas despesas, uma das principais verbas, na casa dos 23 milhões de euros, é para encargos funcionais. Serão aplicados 7 milhões de euros na amortização do empréstimo resultante da operação de saneamento financeiro, para “continuar a reduzir progressivamente a dívida”. Há também já destino para oito milhões de euros em encargos diversos.

A autarquia aveirense deverá contar com receitas de 88 milhões de euros.

Ribau Esteves deu conta da aposta em alguns “projetos especiais”, como o ‘Aveiro Steam City’ (uma iniciativa enquadrada na construção das chamadas ‘smart cities’), que entrará no seu último ano de execução (6,1 milhões de euros) e a candidatura a Capital Europeia da Cultura em 2027.

A qualificação urbana em 2021, segundo o edil, irá receber investimentos de 18 milhões de euros, dos quais fazem parte, entre outros, os projetos da Avenida Lourenço Peixinho, já em execução e a requalificação do jardim do Rossio, neste caso “para começar no próximo ano”.

A requalificação do parque escolar mantém-se como uma das prioridades da área da educação, enquanto no desporto serão conhecidos avanços na requalificação do complexo (piscina e pavilhão) do antigo Indesp e o “início” do pavilhão oficina a localizar no parque desportivo junto do estádio municipal de Aveiro.

Entre os“concursos novos” que se pretende lançar a concurso público em 2021 figuram a segunda ponte junto das eclusas, a qualificação da rotunda do Marnoto até às eclusas com acesso pedonal e a qualificação do adro da Sé, com o momento à antiga muralha da autoria do arquiteto Siza Vieira.

Nova função para o edifício da antiga biblioteca municipal

As GOP assumem também a requalificação do edifício da antiga biblioteca municipal, junto à Avenida, para expor o espólio da bienal internacional de cerâmica construído ao longo dos anos, bem como a reconversão do antigo colégio Alberto Souto, assim que transferido pelo Governo para a posse municipal, para arquivo municipal e apoio ao centro educativo local.

O presidente da Câmara anunciou também a ampliação da zona industrial de Taboeira (Área de Atividade Económica Norte), que está a receber melhoramentos dos acessos rodoviários. Ficará disponível uma área de 150 hectares, uma mancha florestal junto aos atuais armazéns municipais (antigo aterro) que será infraestruturada, para acolhimento empresarial, num investimento de 16 milhões de euros, que irá motivar uma candidatura aos fundos a disponibilizar no âmbito do Programa de Recuperação e Resilência (PRR).

GOP da Câmara de Aveiro de 2021 – Apresentação dos principais objetivos

Artigo relacionado

Aveiro: Baixa de impostos locais afastada em 2021, mesmo com fim do PAM

Publicidade, Serviços & Donativos