Empresário julgado por falsificar assinatura de ex-mulher para empréstimo de 75 mil euros

516
Tribunal de Aveiro.
Smartfire 728×90 – 1

O arguido, que não compareceu no tribunal, está acusado de um crime de burla qualificada e outro de falsificação ou contrafação de documento agravado.

Durante a sessão, o coletivo de juízes ouviu a ex-mulher do arguido que disse que só teve conhecimento do caso quando recebeu em casa uma carta do banco para pagar o valor em dívida.

Continuar a ler artigo da Agência Lusa via Notíciasaominuto.com

Publicidade, Serviços & Donativos