Eleições locais. E a ética?

1353
PSD Aveiro.

Não percebo por tudo isto a indignação dos militantes do PSD concelhio da lista perdedora. Já deviam saber com o que costumam compactuar. O que é estranho, é o facto de se indignarem quando lhes toca o ego.

Sara Tavares *

Sempre ouvi dizer que se zangam as comadres sabem-se as verdades. Os ditos do povo são sábios, não obstante o discernimento nem sempre é o melhor.

Quanto a votações e eleições os argumentos nem sempre são os mesmos para o mesmo comportamento.

Vejamos…

Houve eleições para a concelhia do PSD, duas listas, até aqui tudo muito normal. Faz parte da democracia e enriquece o trabalho a desenvolver.

A polémica foi outra, a lista perdedora indignou-se com o facto de ter havido transporte de idosos para que fossem votar. Ora só agora, que perderam, se lembram de denunciar esta prática nada ética. Esse procedimento foi sempre o normal, usual e sempre visto em todas as votações tanto dos órgãos internos do PSD, como também em eleições nomeadamente em determinadas freguesias de força maior deste partido.

Desde que cumpro funções nas mesas de voto da freguesia a que pertenço que tenho vindo a denunciar esta situação e outras.

Houve um ano de eleições, por exemplo, que quando fui à reunião de preparação das mesas de voto, em que os partidos acordam a sua representatividade nas mesas, reparei que militantes do PSD se faziam representar como sendo delegados de outros partidos, só para que tivessem mais lugares nas ditas mesas.

Uma falta de honestidade, que eu pensei que não lembraria a ninguém… o que é certo é que lembrou.

Contactei os partidos visados, que ficaram indignados com tal relato, já que foram contactados por esses militantes, que se diziam simpatizantes dos seus partidos, nao foram verificar se efetivamente eram ou não, confiaram no pedido feito. Fiz queixa à Comissão Nacional de Eleições. Resultado uma reprimenda e só.

Quanto ao transporte e acompanhamento de idosos já não sei as vezes que fiz queixa, que reclamei. As reclamações repetem-se em algumas freguesias. Estranho que elementos dessas mesmas freguesias se venham insurgir. É no mínimo pouco honesto.

O certo é que não tem havido penalização nenhuma para quem tem este procedimento nada ético.

Não percebo por tudo isto a indignação dos militantes do PSD da lista perdedora. Já deviam saber com o que costumam compactuar. O que é estranho, é o facto de se indignarem quando lhes toca o ego.

Acho uma vergonha este tipo de comportamento e sempre o condenei e denunciei.

As vozes que agora se levantam, que se redimam e nas próximas votações, eleições, sejam elas quais forem, que não permitam que este tipo de comportamento se repita. Eu assim faço e continuarei a fazer queixa e reclamar sempre que presenciar tais comportamentos.
Sempre!

Sara Tavares.

* Professora, eleita do PS na Assembleia Municipal de Aveiro.

Publicidade, Serviços & Donativos