Edificado histórico do Bussaco vai continuar a ser requalificado – Câmara da Mealhada

359
Convento de Santa Cruz, Bussaco.
Smartfire 728×90 – 1

A secretária de Estado da Cultura, Ângela Ferreira, marcou presença na inauguração da obra de requalificação do Convento de Santa Cruz e Capelas dos Passos da Via-Sacra, um conjunto histórico localizado na Mata Nacional do Bussaco, concelho da Mealhada.

O investimento global rondou um milhão de euros, sendo uma parte suportada por fundos comunitários (Programa Centro 2020) e outra pela Câmara local.

A empreitada, iniciada em março, englobou trabalhos de conservação e restauro em fachadas, paredes e tetos interiores, recuperação de vãos interiores e exteriores, recuperação de coberturas e intervenções pontuais de correção em drenagem de águas pluviais e em pavimentos.

A secretária de Estado da Cultura aproveitou a inauguração para sublinhar o empenho em defesa dos valores históricos. “Se o património é verdadeiramente de todos, então o património requer os esforços de todos. Dar futuro ao património e, dessa forma, à cultura de um país, compromete-nos a todos”, referiu.

Rui Marqueiro, presidente da Câmara Municipal da Mealhada, assegurou meios para a reabilitação e preservação da Mata Nacional do Bussaco, que “será sempre uma prioridade” da edilidade, adiantando que as próximas áreas a intervencionar serão as garagens do Palace, o chalet de Santa Teresa e a igreja do Convento de Santa Cruz.

Os imóveis reabilitados são património do Estado, encontrando-se os mesmos afetos à Fundação Mata do Bussaco há cerca de 10 anos, por via de usufruto.

Para o avanço das obras, urgentes há vários anos, a edilidade teve de assumir uma comparticipação e substituir-se ao papel do próprio Estado.

Publicidade, Serviços & Donativos