Duas rodas: Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades

843
Foto divulgada pela revista Intermetal.

Durante décadas, o automóvel foi a principal força motriz de várias indústrias nacionais, nomeadamente, da metalomecânica. Apesar de continuar a ocupar um lugar de destaque, diversos fatores têm vindo a contribuir para um abrandamento deste mercado, que passa agora por uma fase de adaptação às medidas regulatórias de combate às alterações climáticas e de independência dos combustíveis fósseis.

Por Luísa Santos *

Neste cenário, a atenção dos consumidores e do poder político vira-se para os meios de transporte alternativos, como as bicicletas elétricas de transporte individual ou de carga. No final de fevereiro, o Parlamento Europeu adotou a resolução histórica de duplicar o uso de bicicletas na Europa até 2030. Desta iniciativa deverão resultar medidas concretas de apoio à indústria, e de incentivo à mobilidade suave em meios urbanos, o que é uma excelente notícia para Portugal, principal fabricante de bicicletas da Europa.

Não faltem os materiais, e as empresas do cluster das duas rodas podem contar com bastante trabalho pela frente. Razão mais que suficiente para que os (poucos) que ainda não o fizeram invistam agora na modernização dos seus processos produtivos. Tecnologias como a soldadura ou o corte a laser, abordadas nesta edição da InterMetal, são um exemplo de soluções já utilizadas por alguns fabricantes nacionais para otimizar a produção e entregar um produto de qualidade.

Por outro lado, iniciativas como o Centro de Interface Tecnológico, criado no âmbito da Agenda Mobilizadora para a Inovação Empresarial do Setor das 2 Rodas (AM2R), prometem ajudar as empresas neste caminho, por exemplo, através do desenvolvimento de novos materiais, como explica Gil Nadais, secretário geral da Abimota, na entrevista que concedeu à InterMetal e que reproduzimos na página 18.

* Editorial da Revista Intermetal de março de 2023.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.