Dois mariscadores identificados a apanhar bivalves em zona interdita por presença de toxinas

2613
Apreensão de bivalves na Ria de Aveiro.
Dreamweb 728×90 – Video I

O Subdestacamento de Controlo Costeiro de Aveiro da Unidade de Controlo Costeiro (UCC) da GNR apreendeu, ontem, na Ria de Aveiro, 177 quilos de berbigão vulgar, bem como diversas artes utilizadas na sua captura.

“No âmbito de uma operação destinada ao controlo do cumprimento das normas que regem a captura de moluscos bivalves, foi detectada uma embarcação a proceder à captura de bivalves numa zona interdita”, tendo sido aprendidos, além do berbigão vulgar, cinco redenhos e um ancinho de mariscar.

A GNR adianta que foram identificados dois homens, de 50 e 69 anos, tendo sido elaborado o respectivo auto de contra-ordenação por exercício da pesca em zona considerada interdita devido à presença de toxinas, cuja coima poderá chegar aos 25 mil euros.

A Guarda aproveita para relembrar que “a captura, depósito e expedição deste tipo de bivalves, sem que sejam sujeitos a depuração ou ao controlo higiossanitário, pode colocar em causa a saúde pública, caso sejam introduzidas no consumo, devido à possível contaminação com toxinas o que poderá trazer consequências graves para a saúde pública, sobretudo nos grupos etários mais vulneráveis (crianças e idosos).”

Publicidade, Serviços & Donativos