Dois homens absolvidos de sequestro de mulher que conheceram em bar

757
Tribunal de Aveiro.
COTEC728

Dois homens, um deles atualmente preso, foram absolvidos pelo Tribunal de Aveiro de crime de sequestro, por falta de provas.

Os arguidos, um profissional de restauração e um operário, da zona de Ílhavo, estavam acusados de reter na casa que partilhavam uma mulher que conheceram num bar de Aveiro.

Os factos remontam a maio de 2014. A alegada ofendida, hoje a viver no estrangeiro, aceitou acompanhar os indivíduos a meio da madrugada para passar o resto da noite.

Segundo a acusação, a dupla acabaria por “manietar a vítima, fechando-a no seu interior e impedindo a sua saída, ali a mantendo contra a sua vontade”. Acabaria por deixar o local apenas ao início da tarde seguinte, aproveitando a ausência de um dos arguidos que saíra para trabalhar.

Apesar das tentativas do tribunal, a alegada vítima desinteressou-se da queixa e não esteve disponível para prestar depoimento. E as testemunhas chamadas nada adiantaram de relevante.

Os arguidos confirmaram que a mulher esteve na casa e ali pernoitou, saindo acompanhada por um deles e mais nada admitiram, nomeadamente quanto ao alegado sequestro.

Perante “a ausência de prova consistente” , o tribunal singular acabaria por absolver os acusados do crime imputado.

Publicidade, Serviços & Donativos