DIAP arquiva processo relativo à inscrição de militantes na concelhia do PSD de Ovar

654
PSD Ovar.
Dreamweb 728×90 – Video I

O Departamento de Investigação e Acção Penal Regional do Porto concluiu pela “insuficiente subsistência de indícios que permitam subsumir a materialidade apurada à prática dos crimes de corrupção passiva e activa”.

Em causa estava a inscrição de 418 militantes na concelhia do PSD de Ovar de modo a angariar novos votantes para a eleição distrital, que denúncias anónimas apontavam como sendo falsificadas, acusando, Vitor Cacheira, actual vereador da maioria PSD, e Henrique Araújo, adjunto do presidente na altura dos factos.

Continuar a ler artigo do site Ovarnews.

Publicidade, Serviços & Donativos