CTT querem transferir balcão de Avanca para estabelecimento comercial

2054
Sede da Junta de Freguesia de Avanca, Estarreja.
Smartfire 728×90 – 1

“Responsáveis” dos CTT confirmaram à Junta de Freguesia de Avanca, em Estarreja, a “deslocalização” do atual posto de atendimento, que passará a funcionar num estabelecimento comercial. Os Correios negaram, assim, o fim do serviço postal na Vila.

Mesmo assim, a alteração prevista não agrada, de todo, ao presidente da Junta de Freguesia local, que submeteu o assunto a discussão na última Assembleia de Freguesia, realizada ontem à noite.

Segundo José Borges, “no mínimo” de uma centena de pessoas utilizam diariamente o balcão dos CTT, que é único local de pagamento de vários serviços (cerca de 70 mil registos anuais), nomeadamente das Finanças.

“Não aceitamos ver o posto dos correios convertido em ponto de atendimento, que prevê a transferência dos serviços para um privado, embora possa ser uma solução preferível a ficarmos de todo sem Correios”, declarou. Os CTT alegam também o desinteresse pelos certificados de aforro.

“Vamos formar uma comissão para fazer uma série de diligências para que os Correios não encerrem, tornando esta terra mais empobrecida”, disse o presidente da Junta, considerando que há uma camada da população, de maior idade, que ficará sem meio de pagamento de contas “personalizado” na freguesia.

O apelo a boicote eleitoral nas legislativas é uma “hipótese”.

A freguesia de Avanca perdeu há poucos meses a agência bancária dos CGD, que foi centralizada na sede do concelho.