Crédito consolidado: Perguntas mais frequentes sobre este mecanismo financeiro

943
Imagem de arquivo.
Dreamweb 728×90 – Video I

Em alturas de crise económica que veio de mãos dadas com a pandemia, afeta a vida de todos, mas tem particular efeito naqueles que têm créditos às costas e viram o seu emprego desaparecer ou o seu salário cortado em virtude do lay-off.

Se as moratórias de crédito lhes permitiram “empurrar” o problema para mais tarde, a verdade é que as moratórias chegaram ao fim e muitos consumidores portugueses continuam com mensalidades de crédito para pagarem e um orçamento diminuto para o fazerem, arriscando, inclusive, a entrarem em incumprimento.

É neste contexto que surge uma alternativa chamada “crédito consolidado”, uma ferramenta que permite juntar vários créditos em apenas um, com uma taxa mais baixa que a média de todos os créditos que possui ficando o consumidor com uma única prestação, perante uma única instituição de crédito e, assim, diminuir a taxa de esforço do seu agregado familiar e poupar ao fim do mês.

Contudo, como subsistem ainda muitas dúvidas relativas a esta ferramenta, vamos dar resposta às perguntas que os consumidores mais frequentemente têm em relação ao crédito consolidado.

1 – Em que consiste o crédito consolidado?

Como afloramos anteriormente, o crédito consolidado é uma solução financeira que consiste em fazer um novo crédito para liquidar um ou mais créditos que o consumidor tenha entre mãos.

Isto, na prática, significa que ao fazer um crédito consolidado estará a financiar-se numa instituição financeira, que liquida por si os créditos que tem junto de outras instituições e que, simultaneamente, também lhe poderá dar acesso a um financiamento extra para qualquer necessidade urgente ou aforro.

É por isto que, normalmente, se chama a um crédito consolidado “juntar os créditos todos num só”.

2 – Quais as vantagens do crédito consolidado?

Para além da redução da taxa de esforço devido à diminuição do valor das prestações pagas mensalmente pelos seus créditos, uma vez que fica apenas com um crédito e uma mensalidade (com menor taxa de juro e aumento do prazo de reembolso) junto de uma só instituição bancária, o crédito consolidado permite, igualmente, que estabeleça uma data limite para pagar a dívida correspondente aos seus cartões de crédito.

A somar-se a uma gestão financeira que, desta forma, fica mais facilitada, ao consolidar créditos poderá obter um financiamento extra para um gasto extraordinário ou para um investimento.

3 – Que créditos posso consolidar?

O crédito consolidado pode juntar diversos tipos de crédito, mas os mais comuns são os créditos pessoais, clássicos ou de cartões de crédito.

4 – Como se processa a consolidação de créditos?

Com o digital a adquirir uma dimensão tão importante na vida de todos nós, consolidar créditos nunca foi tão fácil.
Tome-se como exemplo o crédito consolidado do UNIBANCO. Com uma simples pesquisa no browser de um PC ou smartphone, o consumidor encontrará facilmente o site bastando-lhe, entrar e dirigir-se à página de crédito consolidado desta instituição. Aí encontrará um simulador de crédito consolidado que lhe vai permitir calcular o valor de mensalidade para valores de empréstimo que vão dos 5 mil aos 75 mil euros e prazos de reembolso entre 24 e 84 meses.

Caso a proposta lhe agrade, o consumidor só terá que clicar em “Peça Já” e será reencaminhado para um formulário online que deverá preencher e submeter com os respetivos documentos requeridos.

Após a submissão online do pedido de crédito, o UNIBANCO irá proceder à análise do seu perfil financeiro e da viabilidade do crédito. Aprovado o crédito, será procedida à liquidação dos créditos e, caso tenha pedido um financiamento extra, o dinheiro enviado para a conta do consumidor.

Apesar dos critérios de aprovação e os documentos solicitados serem semelhantes a outro tipo de créditos, o cálculo da taxa de esforço não tem em consideração a prestação dos créditos que tem em vigor, mas, antes, o valor da prestação do novo crédito.

5 – Tenho de fazer uma consolidação de créditos com o meu banco?

O consumidor não é obrigado a fazer a consolidação de crédito diretamente com o seu banco. A mesma pode ser feita com a entidade que considerar a mais adequada para as suas necessidades.

Depois de realizada a simulação, preenchido e submetido o formulário e assinado o contrato, créditos consolidados como o do UNIBANCO irão proceder ao pagamento, individual, de cada um dos seus créditos passando a ser o seu único credor.

6 – A mensalidade de um crédito consolidado é variável?

Não, o valor de mensalidade que consta do contrato de crédito consolidado mantém-se o mesmo durante o período de vigência do mesmo.

Publicidade, serviços e donativos

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Aceder a plataforma online para incluir publicidade online.

O Notícias de Aveiro tem canais próprios para informação não jornalística como é o caso deste artigo »» ler estatuto editorial.