Covid-19: Câmara de Ílhavo garante “ajuda aos que mais necessitarem”

1718
Paços de Concelho, Ílhavo.

O presidente da Câmara de Ílhavo assumiu, esta segunda-feira, feriado municipal na localidade, o compromisso de ajudar os mais afetados pela situação pandémica que motivou o estado de emergência nacional.

“Dando as mãos, sendo solidários, vamos construir uma comunidade melhor, mais solidária uns com os outros. A Câmara, através do seu fundo municipal de apoio às pessoas, vai dar o pontapé de saída para ajudar os que mais necessitarem. E desta forma solidária, no final vamos ter uma comunidade mais valorizada no ser humano e na vida de cada um”, sublinhou Fernando Caçoilo na mensagem alusiva ao Dia do Município que, em virtude das medidas de contingência do Covid-19, não terá eventos presenciais.

“No final desta pandemia temos de ser mais fortes. Vivemos um tempo em que éramos felizes, porventura não dávamos valor a felicidade. Temos de ter a paciência de ultrapassar esta fase e vamos conseguir”, afirmou o edil, que não deixou de lembrar o “prejuízo de vivência” causado nas últimas semanas de pandemia, “lamentando” especialmente os óbitos de idosos ocorridos no lar de São José.

Fernando Caçoilo homenageou também os “bombeiros e pessoal que está na frente de combate, como os profissionais de saúde”, evocando, como exemplo de supressão, a história marítima das gentes de Ílhavo, quando os pescadores entravam nos dóris, “seguramente para um mundo que era uma escuridão e regressavam com o bacalhau, com o dever cumprido e ultrapassada a tormenta”.


Artigo relacionado

Covid-19 / Ílhavo: Autarquia mais atenta a carências de famílias, decide também aliviar encargos do comércio e serviços

Publicidade, Serviços & Donativos