Covid-19: As dificuldades do trabalho em Home Office

260

A disseminação do Covid-19 fez com que muitas pessoas fossem remetidas para o home office, por indicação das suas empresas e conselho das entidades governamentais e de saúde. Trabalhar em casa oferece desafios diversos. Venha conhecê-los e descobrir algumas técnicas para os solucionar.

O Coronavírus surgiu na China, no final de 2019 e, seguindo a lógica de um mundo globalizado, depressa tomou proporções inesperadas, transformando-se numa verdadeira pandemia e mudando radicalmente a forma como o mundo funciona.

Perante a sua rápida proliferação, os governos de todo o mundo tiveram a necessidade de tomar medidas de contingência que prevenisse o seu contágio para ainda mais pessoas, implementando normas estritas, que levaram muitas empresas a fecharem e muitas pessoas a ficarem nas suas casas, em quarentena ou em isolamento social.

Quem se viu remetido para uma rotina de trabalho remoto durante esta fase de contenção do vírus tem sentido, desde o começo, algumas dificuldades muito específicas na gestão dos seus dias e, embora existam queixas diversificadas, algumas repetem-se com frequência em várias vozes.

De facto, uma mudança tão brusca na rotina nem sempre é muito favorável para os trabalhadores. Ainda assim, para tentarmos ajudá-lo, iremos enumerar as queixas mais frequentes e dar algumas soluções eficazes e úteis para que consiga trabalhar e ser produtivo em regime de Home Office.

1. Falta de concentração
Uma das queixas mais frequentes de quem está em home office é que não consegue concentrar-se no trabalho. Além de as casas constituírem, normalmente, espaços de conforto que não estão preparadas para as necessidades laborais, muitas pessoas estão com as suas famílias em casa, o que é desafiante para uma dinâmica contínua de trabalho.
A nossa sugestão é que tente escolher um espaço de trabalho na casa e estipule um horário de trabalho tal como teria, se estivesse no escritório. Alerte a família para a sua indisponibilidade durante essas horas e mantenha a porta da divisão fechada.

2. Dores no corpo
Justamente por não estarem num espaço preparado para trabalhar, muitas pessoas encontram dificuldade em estar cómodas no momento de trabalhar.
A procura pelo ambiente mais confortável é imprescindível, por exemplo, se tiver de passar muito tempo sentado a uma mesa. Procure cadeiras confortáveis para ajudar no processo e, se necessário, compre uma cadeira que garanta a sua melhor postura. Verá que esta irá compensar na sua produtividade.
Além disso, alguns produtos naturais, como infusões anti-inflamatórias ou óleos à base de canabinóides podem também ser úteis para ajudar a reduzir as suas dores, de forma natural.

3. Sensação de ansiedade
A ansiedade é outra das queixas de quem se encontra em teletrabalho, sendo promovido pela sensação de redução na produtividade no trabalho e na alteração das dinâmicas do quotidiano, além de, evidentemente, se sentirem ansiosas com a própria questão que motivou tudo isto: o Covid-19.
Procure relaxar utilizando as técnicas sugeridas pelas entidades de saúde. Evite as fake news, escolhendo fontes fiáveis de informação; mantenha-se digitalmente em contacto com os seus amigos e, se necessário, contacte um psicólogo.

Publicidade, Serviços & Donativos

O Notícias de Aveiro tem canais próprios para informação institucional ou não jornalística, nomeadamente o canal ‘Comunicados’, assim como informação útil, promoções comerciais ou inclusão de referências publicitárias, como é o caso deste artigo, utilizando os canais ‘Iniciativas’, ‘Roteiro’ e ‘Aveiro Work Point’ »» ler estatuto editorial