Covid-19 / Aveiro: 77 utentes infetados num universo de uma centena no lar da Misericórdia, 15 óbitos registados durante a pandemia

5734
Complexo social da Moita, Oliveirinha (Aveiro).

77 infetados numa universo de 105 utentes. É este o panorama revelado pelos testes de despistagem no lar da Moita, em Oliveirinha, propriedade da Santa Casa da Misericórdia de Aveiro.

A mesa administrativa anunciou hoje também 15 óbitos durante a fase de pandemia, aguardando, contudo, por confirmação das causas. “Estes utentes que partiram não sei se foi pelo coronavírus, se por outras doenças”, referiu o provedor, esperando esclarecimentos mais concretos da autoridade de saúde.

A despistagem confirmou que 22 funcionários encontram-se positivos, num quadro de pessoal de 140 pessoas que prestam serviço no complexo social de Oliveirinha, onde funcionam outras valências, como o apoio domiciliário, a ‘casa abrigo’, a cantina social e o centro de dia, este atualmente encerrado.

“Quanto aos utentes estão devidamente isolados, compartimentados, a seguir as instruções da autoridade de saúde, que nos acompanha diariamente”, acrescentou o provedor Lacerda Pais, adiantando que “quatro ou cinco encontram-se internados no hospital”, inspirando mais cuidados (Informação ao minuto Covid-19 na RTP).

“Está a ser feito tudo que é humanamente possível. O stock de zaragatoas do hospital de Aveiro está a zero, numa zona onde a incidência é mais forte. A logística do Ministério da Saúde é muito má” – Ribau Esteves, presidente da Câmara de Aveiro (SIC)

Publicidade, Serviços & Donativos